TEMPESTADE EM COPO D´AGUA

TEMPESTADE EM COPO D´AGUA

“Quando o Flamengo vence, há mais amor nos morros, mais doçuras nos lares, mais vibração nas ruas, a vida canta, os ânimos se roboram, o homem trabalha mais e melhor, os filhos ganham presentes. Há beijos nas praças, e nos jardins, porque a alma está em paz, está feliz. O Flamengo não pode perder, não deve perder. Sua derrota frustra, entristece, humilha e abate. A saúde publica, a higiene nacional exige que o Flamengo vença, para o bem de todos, para a felicidade geral, para o bem-estar nacional.”

- Trecho de uma carta do Sr. Dr. Juiz de Direito Eliezer Rosa, apaixonado torcedor do América, dirigida ao Jurisconsulto João Antero de Carvalho.

Eu concordo em gênero número e grau com o Dr. Eliezer, mas infelizmente vivemos uma realidade diferente e precisamos nos ater a ela.

No cenário esportivo existem três possibilidades de resultados: Vitória, empate e a derrota. Contudo, vejo várias maneiras de derrotas. Podemos perder de forma humilhante, de forma vergonhosa e às vezes até podemos perder com brio, lutando até o último minuto. E quando isso acontece, a derrota passa a ser menos dolorosa.

No último domingo perdemos para o Palmeiras, num jogo duríssimo, contra um time um pouco mais arrumado que o nosso, e na minha opinião, não melhor individualmente que o nosso.

Porém, existe hoje na nossa torcida, principalmente a que participa do Twitter, os “Cavaleiros do Apocalipse”, uma turma que a cada derrota transforma tudo num cenário de profunda crise. A cada gol que tomamos, passamos a ter os piores jogadores, a pior Diretoria e tudo passa a ser um eterno chororô, parecendo até que somos a mais representante torcida do Foguinho.

Por obra do destino, perdemos um treinador que era desejado por nove entre dez dos nossos torcedores. Até concordo que os resultados com ele foram decepcionantes.

Hoje estamos sendo dirigido por um interino, sem nenhuma experiência com o futebol profissional, mas que era pedido por essa mesma torcida desesperada aos quatro cantos. É fato eu o Zé Ricardo é bom treinador, mas a falta de experiência fará que cometa erros. Ao meu ver, ele escalou errado para esse último jogo e substituiu ainda pior.

Mas o que eu quero mostrar é que mesmo com a derrota e com a enxurrada de críticas desproporcionais que aconteceram após essa derrota por parte desta turma. A derrota não foi um desastre. Os resultados da rodada nos ajudaram bastante.

Estamos em quinto lugar no campeonato e a apenas três pontos dos líderes.

Se não me falha a memória, a última vez que começamos um Brasileirão desta forma, brigando na parte de cima da tabela foi em 2008. Ou seja, não existem motivos para estarmos arrancando a cueca pela cabeça. Não vejo motivo para tanto desespero.

Eu ainda acredito que vamos brigar na parte de cima da tabela e que temos chances reais de lutarmos pelo título. Se seremos campeões eu não sei e não posso garantir, mas se jogarmos com o espírito que apresentamos nesse último jogo, virão muitos resultados que nos darão bem mais alegria que tristeza.

Prefiro sempre enxergar o copo meio cheio a meio vazio, sou um otimista nato e por isso acho que estamos no caminho certo e que a Diretoria está trabalhando para corrigir alguns erros no nosso elenco para ficarmos ainda mais fortes e termos um time para lutar pelo Hepta campeonato.

Saudações Rubro Negras!

Mengão Sempre!

Mudança no sistema de comentários
Não é mais necessário fazer login no site Flamengo RJ para comentar. Agora você precisa entrar no sistema de comentário abaixo com uma das opções de login disponível.