| Futebol

Thiago relembra trajetória até tricampeonato da Copinha e projeta o futuro com otimismo

Um dos heróis da conquista, goleiro bateu papo com a Fla TV

Thiago mantém os pés no chão falar do futuro

Thiago mantém os pés no chão falar do futuro

Uma história ainda em seu início, mas com um passado de muito rubro-negrismo e um futuro que se apresenta brilhante. O goleiro Thiago, que ganhou os holofotes nas últimas semanas com as grandes atuações na Copa São Paulo de Futebol Junior, chegou ao ápice da curta carreira na decisão por pênaltis. Contra o Corinthians defendeu duas cobranças e foi preponderante para o título.

Thiago Rodrigues da Silva, nascido no Rio de Janeiro, completa 20 anos de idade em junho de 2016. E, segundo ele mesmo conta, metade desta história foi construída no Mais Querido.

"Comecei a jogar futebol quando tinha 5 anos. Minha mãe sempre gostou de esportes. Morávamos em Vila Valqueire e minha mãe me levou em um clube de lá para ver os esportes que eu podia fazer. Estava rolando futebol de salão, gostei e comecei a jogar lá. Alguns anos depois fui para o Cascadura. Lá, eu tinha um amigo que jogava no Flamengo também. A mãe dele disse que estavam precisando de um goleiro no Flamengo. Aí, em 2006, vim, fiz um teste, passei e estou aqui desde então", conta.

O goleiro é rubro-negro desde a infância e não esconde a alegria por defender o Flamengo. Thiago chamou a atenção durante a competição com belas defesas e elege a preferida na caminhada até o título da Copa São Paulo.

"Para mim, minha melhor atuação foi contra o Red Bull, nas duas partidas - tanto na primeira rodada quanto na segunda fase. A defesa que mais me marcou foi no jogo contra o São Paulo. Estava 1 a 0 e o Banguelê deu uma cabeçada que pude defender", analisa.

As defesas de pênalti na final, contra o Corinthians, também o marcaram.

"Não tem como explicar a emoção, ainda mais por ser rubro-negro. Defender um pênalti numa competição de tamanha importância e ser consagrado com este título... Sem palavras", diz.

Thiago teve um momento de tensão na disputa por pênaltis. Após defender uma cobrança, teve em seus pés a chance de selar a conquista. Porém, não aproveitou e teve seu pênalti defendido pelo goleiro adversário. O jovem conta que não se abalou.

"Eu estava confiante na hora da batida, até por que tinha pego um pênalti. Na hora que perdi, senti um frio na espinha, mas na cobrança seguinte eu estava com confiança de que poderia pegar mais um. Sinto mais emoção ao defender um pênalti do que marcar, sendo goleiro (risos)", lembra.

Você pode ajudar a construir um futuro brilhante para o futebol rubro-negro: clique aqui, seja sócio-torcedor e faça parte da história do Flamengo!

O camisa 1 do time sub-20 já teve experiência com o time profissional, mas mantém os pés no chão na hora de falar sobre o futuro.

"Vamos conquistando o espaço aos poucos, nos acostumando com os momentos e ganhando experiência para lidar com a pressão nos bons e maus momentos. Acho que a responsabilidade é muito grande por jogar no Flamengo. Minha vontade é de me tornar profissional aqui, vestir esta camisa e jogar no Maracanã pelo Flamengo. Sempre dando um passo de cada vez, buscando meu espaço com paciência e abraçando cada oportunidade", projeta.

Dos treinos com a equipe principal, Thiago guarda uma inspiração.

"Treinei no ano passado com o time profissional e me espelho muito no Paulo Victor, tanto como profissional quanto pessoa. Sempre nos ajuda com conselhos, é um grande amigo", revela.

O título da Copa SP trouxe protagonismo para o jovem goleiro, que mostrou seu amor pela torcida rubro-negra. Mesmo acostumado com as conquistas pela base rubro-negra, Thiago afirmou que a Copinha tem uma importância diferente.

"A torcida do Flamengo não tem explicação, é maravilhosa. Quando entramos no Pacaembu, mesmo com vários Corinthianos, pudemos ver a nossa torcida gritando. Foi uma boa surpresa também quando chegamos na Gávea e tinha vários torcedores para nos receber. A ficha demora um pouco para cair, ainda não temos dimensão do que é ser campeão da Copa SP. Mas as redes sociais, por exemplo, dão um gostinho. O instagram bomba! (risos)", se diverte.

O papo com a promessa rubro-negra você confere neste sábado na FlaTV, com exclusividade no Canal Premiere. 

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/22895/thiago-relembra-trajetoria-ate-tricampeonato-da-copinha-e-projeta-o-futuro-com-otimismo

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.