Torcedores do Flamengo são os adeptos que mais caem em golpe por celular

Torcedores do Flamengo são os adeptos que mais caem em golpe por celular

Golpes pela internet são cada vez mais comuns no Brasil, e muitos torcedores estão sendo vítimas de uma armadilha via WhatsApp. Dados divulgados pela PSafe, empresa responsável em segurança e performance mobile, mostram que os torcedores do Flamengo são os mais afetados pelo ciberataque, que promete personalizar o aplicativo com as cores do clube. Conforme os dados, o golpe já afetou mais de 400 mil torcedores rubro-negros até o momento.

Na lista, ainda constam que 382 mil torcedores do Palmeiras e 358 mil do Corinthians também estão no top três dos adeptos mais prejudicados, em um número total que passa de 2 milhões de pessoas. Ao todo, torcedores de 15 clubes de diferentes do Brasil foram vítimas do ataque.

– Ao explorar temas muito populares, como o esporte, e utilizar a velocidade de redes sociais, como o WhatsApp, os hackers conseguem gerar golpes de alto impacto. É preciso ficar atento ao receber este tipo de conteúdo suspeito de amigos e grupos do qual faz parte no WhatsApp – disse o gerente de Segurança da PSafe, Emilio Simoni.

O golpe acontece da seguinte forma: um torcedor recebe mensagens de contatos conhecidos, ou de algum grupo do WhatsApp, que o convida para clicar no anúncio da promoção para personalizar a rede social com o tema de seu time de coração. Ao clicar no link, a vítima é direcionada para uma página na qual deve compartilhar o suposto serviço para oito amigos ou dez grupos via WhatsApp.

O adepto é ainda induzido a preencher seus dados em serviço de SMS pago para, só então, poder baixar o falso pacote de personalização. Com essa iniciativa, o cibercriminoso consegue disseminar com maior velocidade o seu golpe, atingindo um grande número de vítimas.