• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Torrent no Flamengo? O que aconteceu com os 'aprendizes' de Guardiola, Klopp e outros 'tops' da ...

Domènec Torrent está muito perto de ser o novo técnico do Flamengo. Detalhes contratuais, que incluem a questão fiscal no Brasil, ainda atrasam o anúncio. Mais do que o trabalho no New York FC, seu último como treinador, o espanhol é conhecido por ter sido assistente de Pep Guardiola.

Não é, claro, o primeiro caso de um profissional de comissão técnica que "bebeu" da fonte de um dos melhores da profissão e depois seguiu carreira solo. O ESPN.com.br listou dez nomes que foram ‘aprendizes’ de cinco treinadores renomados e chegaram a exercer também o posto de comandante principal. Veja abaixo:

Pep Guardiola

Domènec Torrent – O espanhol vai para seu segundo trabalho no cargo desde que deixou de ser assistente de Guardiola. Anteriormente, comandou o New York City FC entre o meio de 2018 e o fim de 2019, período em que fez o time ter a maior posse de bola da Major League Soccer.

Mikel Arteta – Assistente de Pep no City, o ex-jogador de 38 anos assumiu o Arsenal em dezembro, fazendo o time apresentar um cenário mais animador quanto a desempenho, embora os Gunners tenham terminado na oitava colocação, a pior do clube na Premier League desde 1995. De qualquer forma, o time londrino está na final da Copa da Inglaterra, e o espanhol pode ganhar seu primeiro título na função como menos de 30 jogos.

Jürgen Klopp

David Wagner – Amigo de Klopp, sendo inclusive seu padrinho de casamento, ele começou a carreira como técnico principal dirigindo o segundo time do Borussia Dortmund em 2011, época em que o hoje comandante do Liverpool estava à frente da equipe aurinegra principal.

Wagner deixaria o clube em 2015 para assumir o Huddersfield Town, o qual subiria para a Premier League em 2017 ao conquistar os playoffs da Championship. Depois de manter a equipe na elite com um 16º lugar em 2017-18, o alemão acabou demitido no começo de 2019 em meio a uma campanha que marcaria o rebaixamento do lanterna Huddersfield.

Já nesta temporada, o técnico assumiu o Schalke 04, do qual segue à frente mesmo após um segundo turno trágico, em que os Azuis Reais fecharam a Bundesliga na 12ª colocação e com 16 partidas sem vencer (dez derrotas e seis empates).

Zeljko Buvac – Auxiliar de Klopp desde os tempos de Mainz (clube em que jogaram juntos, assim como Wagner), o bósnio seguiu com o alemão até 2018, quando deixou o Liverpool. Durante o período no Borussia Dortmund, ele chegou a ser técnico da seleção da República Sérvia, que não é filiada à Fifa ou à Uefa. Trata-se de uma entidade dentro da Bósnia e Herzegovina. Em fevereiro, Buvac foi nomeado diretor esportivo do Dínamo Moscou.

José Mourinho

Rui Faria - Companheiro de José Mourinho por 17 anos, trabalhando com o conterrâneo no União Leiria, Porto, Chelsea, Inter de Milão, Real Madrid e Manchester United ele deixou a comissão técnica do Special One no meio de 2019. Desde então, teve um único trabalho como técnico de um time: o Al Duhail, nova equipe de Dudu, ex-Palmeiras, ficando o ano de 2019 inteiro, saindo no começo de 2020.

Aitor Karanka - Assistente de Mourinho no Real Madrid entre 2011 e 2013, ele assumiria o Middlesbrough pouco depois de deixar o clube espanhol. O ex-atleta ficou no clube até o começo de 2017, conseguindo o acesso à Premier League em 2016 ao terminar como vice-campeão da Championship. Karanka deixou o Boro pouco antes de o time ser rebaixado como vice-lanterna na primeira divisão.

Ele está sem clube desde o começo de 2019, após ter comandado o Nottingham Forest em 2018. Segundo a BBC, Karanka está próximo de ser apontado novo técnico do Birmingham City.

Carlo Ancelotti

Paul Clement - Assistente do italiano em Chelsea, PSG, Real Madrid e Bayern de Munique, o inglês já comandou Derby County por menos de uma temporada entre 2015 e 2016, passou pelo Swansea em 2017 e pelo Reading em 2018. Após um ano e meio sem trabalhar como treinador, Clement assinou com o Cercle Brugge para a próxima temporada.

Fernando Hierro - Assistente de Carlo Ancelotti na temporada 2014-15, o ex-zagueiro treinou o Real Oviedo na temporada 2016-17, terminando na oitava colocação da segunda divisão, a dois pontos da zona de playoffs. Posteriormente, Hierro foi diretor esportivo da seleção espanhola por menos de um ano entre 2017 e 2018, sendo também o técnico do país interinamente na Copa do Mundo de 2018, após a demissão de Julen Lopetegui a poucos dias do torneio. Recentemente, ele surgiu como um dos candidatos a treinar o Flamengo.

Alex Ferguson

Carlos Queiroz - Auxiliar de Sir Alex Ferguson entre 2002 e 2008, com uma interrupção na temporada 2003-04, quando comandou o Real Madrid, o português treinaria posteriormente a seleção de seu país (2008-2010) e assumiria seleção iraniana durante 2011, permanecendo até o começo de 2019. Desde fevereiro do ano passado, Querioz está à frente da Colômbia.

Mike Phelan - Auxiliar de Ferguson entre 2008 e 2013, depois de ter sido preparador físico do clube, o inglês foi auxiliar de Norwich e Hull City, sendo que no segundo chegou a comandar a equipe no segundo semestre de 2016. Depois de uma passagem curta como dirigente no Central Coast, da Austrália, Phelan voltou a ser assistente no United em dezembro de 2018 e segue na função até hoje.

Publicado em www.espn.com.br.