| Futebol

Treinadores do Flamengo visitam CIEP em busca de atletas em potencial

Crianças de cinco e seis anos foram convidadas a participar da peneira da ginástica artística

flameng - Treinadores do Flamengo visitam CIEP em busca de atletas em potencial
A carreira de um atleta profissional é bem curta, se comparada às outras profissões mais "comuns". Um engenheiro, por exemplo, continua trabalhando até bem depois dos 40 anos. Não é o caso de um jogador de vôlei, de futebol ou um nadador. Aos 30, já são considerados experientes, e costumam dividir vestiário com colegas bem mais jovens. Mas de todos os esportes, a ginástica artística é, talvez, a modalidade que chega mais cedo à aposentadoria. Por isso, parte do trabalho de Ney e Luisa Parente, treinadores do Flamengo, é ir atrás de jovens promessas do esporte.

Nesta quinta-feira (16), os treinadores visitaram o Centro Integrado de Educação Pública (CIEP) Nação Rubro Negra, localizado ao lado da sede do Mais Querido, na Gávea. O objetivo era avaliar o potencial de alunos na faixa dos 5 e 6 anos, e convidá-los para a peneira da ginástica, no próximo dia 2 de dezembro.

Entre as características físicas, a altura é uma informação importante sobre o futuro de um jovem na ginástica. "É uma genética familiar, se você vê que a criança é alta, agora com seis anos, num teste, e os pais que foram acompanhando são altos, isso também é um fator, a probabilidade de se tornar um jovem alto é grande", afirma Ney.

"A ginastica trabalha muito em função do centro de gravidade, então funciona muito esse processo com seleção natural, que a gente chama. Quem tem um perfil de baixa estatura já sai na frente", completa Luisa, ex-ginasta do Flamengo com duas participações em Olimpíadas.

Professora de educação física do CIEP, Mônica Futilíssima exaltou a iniciativa do clube. "Eu acho ótimo, porque é uma oportunidade para os alunos. Nós somos vizinhos, a gente quer muito que isso aconteça em todas as modalidades", afirma.

"O esporte na vida dessas crianças é muito importante, porque eles não têm atividade física nenhuma onde eles moram, na comunidade da Rocinha, eles têm uma vida muito fechada. Nesse momento mais ainda. Então eles vêm com muita sede de praticar atividades e junto com essa vontade a gente aplica as iniciações esportivas e todo esse trabalho de coordenação motora", completou a professora.

 
As equipes de ginástica artística do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – AmBev, Rede D’or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR), além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé.

O Projeto Anjo da Guarda Rubro-Negro, de transferência fiscal de pessoa física, beneficia todas as modalidades olímpicas do Mais Querido.

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/26392/treinadores-do-flamengo-visitam-ciep-em-busca-de-atletas-em-potencial

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.