| Futebol

Triste com situação do Fla, Elano garante boa forma: "Me sinto com 25"

Meia confia em qualidade pessoal e do grupo rubro-negro para deixar zona do rebaixamento na retomada do Brasileirão

Elano está recuperado das dores nas costas e das lesões na coxa direita. Não perdeu um treino do período de preparação do Flamengo à retomada do Brasileirão. É destaque nos trabalhos, sejam eles físicos ou táticos. Há, porém, uma desconfiança a ser superada a partir do confronto com o Atlético-PR, no próximo dia 16, em Macaé: conseguirá o meia atuar 90 minutos e retomar o bom futebol? Ele confia que sim. Garante estar em boa forma ao dizer sentir ter 25 anos. O que lhe incomoda, a ponto de deixar triste, é a situação do Rubro-Negro.  

Em 19º com sete pontos, o Fla está na zona do rebaixamento. Com Ney Franco, não ganhou um único jogo: são três empates e duas derrotas. E a torcida constantemente protesta....  

- Acredito no meu potencial e no do grupo. A situação que eu vivo... poderia achar algo e ir embora. É prático, simples. Fugir. Amanhã, não sei: pode ter algo. Futebol nunca se sabe. Hoje, não tem. Continuo trabalhando. Tive conversa com Ney e Felipe (Ximenes, diretor executivo) muito direta. Disse que as minhas atitudes serão essas que estão acompanhando. De entrega. Não vou cobrar ser titular. Quero ser útil, quero ajudar. O Flamengo não merece estar onde está. Sei da tristeza dos torcedores, mas tem a minha. Com a minha idade, com o meu histórico de carreira, nunca pensei em passar o que estou passando. Mas tenho certeza de que vamos reverter – diz o camisa 7.  

Elano Treino Flamengo (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)Elano realiza exercícios físicos no Flamengo (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)


Para ajudar a reverter, Elano precisa estar em campo. Em 2014, após bom início, perdeu espaço: atuou em 14 das 34 partidas em 2014. Em Atibaia, sede da primeira etapa da preparação, passou por um período de recuperação com cuidados do preparador Alexandre Lopes.  

- (A parada) foi importante para todo mundo, não só para mim. Tive lesão que acontece, em treino e em jogo. Tenho feito tudo direito, alimentado e descansado. E treinando todos os dias para poder jogar. Me entrego muito ao meu trabalho. Então, estou propício a machucar. Se eu ficasse me dosando, não sentiria nada. Encosto a cabeça no travesseiro, deito e durmo. Faço tudo direito, cumpro todas as minhas obrigações no Flamengo. E continuarei fazendo. Não penso em parar de jogar futebol. Me sinto bem, apto para fazer minhas funções. Sinto como se tivesse 25 anos. Não perco um treino. Estou no físico, no coletivo. Jogo é mais importante. Me preparo para fazer o melhor – destaca o jogador.  

A última partida de Elano foi em 29 de maio, o empate com o Figueirense, o quarto jogo sob comando de Ney. Atuou apenas no primeiro tempo. Até então, havia entrado na derrota para o São Paulo e atuado no empate com Bahia. Ficou no banco contra Santos, com Ney alegando que o iria preparar para enfrentar o Figueira, o que aconteceu, e depois foi vetado diante do Cruzeiro, o último jogo antes da parada. No período de treinos, conquistou vaga de titular no 3-5-2 idealizado pelo treinador. 

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.