| Futebol

Um Flamengo diferente!

flameng - Um Flamengo diferente!

Caros Rubro Negros,

Mal começou o ano e já estamos naquela época chata de sempre aonde diversos nomes são especulados no Fla: O já confirmado Conca passou por essa lista. Rômulo e Marinho, que parecem estar bem encaminhados também. Tardelli, Vitinho, Farfán, Felipe Melo, Calleri, Dagoberto… Nem me espantaria se alguém colocasse nomes como Stephen Hawking ou Luke Skywalker nessa lista. Afinal nessa época podemos ser a qualquer momento surpreendidos com uma contratação bombástica ou com uma especulação totalmente sem sentido. Contudo algumas diferenças podem ser notadas nesse 2017…

Pela primeira vez em muito tempo o Flamengo começa a temporada com um elenco realmente forte e estrutura de time pronta, procurando por reforços pontuais e atento a oportunidades de mercado. Sem aquele desespero de precisar de um time inteiro, por assim dizer. E com credibilidade, condição financeira e estrutural de brigar no topo da tabela.

Vejam o caso da contratação do Conca: Com uma séria contusão no joelho um dos trunfos do Flamengo na negociação foi justamente a estrutura do CT, um dos mais modernos do país. Um estrutura que até pouco tempo não tínhamos a nossa disposição. E graças a isso o clube pode fechar um autêntico “negócio da China”, trabalhando na recuperação do atleta e podendo contar com ele (pelo menos) até o fim da temporada por um preço salarial incompatível com um jogador da qualidade do argentino em questão. Por sinal, falando em negócio da China, ainda temos que comemorar nosso novo patrocínio que vai render aos cofres do clube grandes valores nos próximos 5 anos… e isso em um momento no qual o país passa por uma grave crise econômica… Isso é digno de comemorar brindando com uma Carabao!!!

É amigos, parece que o jogo virou não é mesmo? De falido à exemplo de gestão. De caótico à organizado. E ainda tem comentarista esportivo, daqueles que trabalham com a camisa do clube para o qual torcem por baixo da jaqueta da emissora, se achando no direito de questionar de onde o Flamengo tira dinheiro pra fazer as coisas… e olha que os balanços do Flamengo estão ai disponíveis para quem quiser ver…

Ainda existem muitos pontos aonde melhoras são necessárias. Um melhor aproveitamento da base, uma solução permanente para o estádio, que cada vez mais se faz necessária e um grande título para consolidar essa forma de gestão e para que nunca mais estejamos expostos a situações patéticas como as que vimos por conta de gestões amadoras e incompetentes… Mas a verdade é que esse novo Flamengo que começamos a ver no meio do ano passado, estamos vendo agora e veremos cada vez mais é fruto da atual gestão administrativa do clube. Fruto do investimento em estrutura. Fruto da credibilidade conquistada com muita organização, seriedade e trabalho. Esse ano tem tudo pra ser um grande ano para o Fla, mesmo tendo que rivalizar com o mecenato verde localizado no estado de São Paulo. Estamos vivenciando o início de uma era de ouro Quem viver, verá!

Nota 0: Inveja. A veiculação do Fluminense quando o acerto entre Flamengo e Conca foi noticiado além de extremamente deselegante mostra o tamanho do clube das laranjeiras. Só para vias de comparação entre os momentos dos clubes, pelo que foi veiculado na mídia, o Flamengo gastará com o Conca durante esse ano um valor próximo ao valor gasto pelo Fluminense para o Cícero jogar…no SP. E ainda tem quem não de o devido valor ao trabalho administrativo feito no Fla nos últimos anos…

Nota 10: Estádio Luso Brasileiro. Os trabalhos já começaram e a solução paliativa do Flamengo para a questão “estádio” tem tudo para se tornar um alçapão Rubro Negro!! Além de nos garantir uma opção de jogar na cidade do RJ sem sermos extorquidos por um consórcio qualquer que vá administrar o Maracanã e ache por ventura que tem que ganhar a vida explorando o mais querido do Brasil…

Luiz Henrique Amorim

contato@colunadoflamengo.com

 

Fonte: http://colunadoflamengo.com/2017/01/um-flamengo-diferente/

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.