| Futebol

"Vazgner" Love? de tranças com as cores do Fla, zagueiro mira idolatria

Defensor diz que novo visual é demonstração de felicidade no clube e revela desejo de repetir trajetória de sucesso do Artilheiro do Amor com a torcida rubro-negra

flameng - "Vazgner" Love? de tranças com as cores do Fla, zagueiro mira idolatria

Vagner Love não conquistou títulos com a camisa do Flamengo, mas colecionou gols - 47 em 81 jogos divididos em duas passagens - e declarações de amor que lhe garantiram lugar especial no coração da torcida rubro-negra. O zagueiro Rafael Vaz criou laços com o arquirrival Vasco, clube que defendeu por três temporadas, ao se tornar herói da conquista do último Carioca. Com apenas dois meses de Gávea, vive boa fase e se sente à vontade. Por isso, resolveu demonstrar na pele o carinho por sua nova casa. Ou melhor no cabelo. Sobre Love, revelou o desejo de ser tão querido quanto o Artilheiro do Amor foi.

- Estou muito feliz aqui, então acho que nada melhor que demonstrar um pouco da minha felicidade com meu visual. Estou aqui, é a minha casa e vou tentar honrar a camisa do Flamengo da melhor maneira possível. É mais um estilinho só pra ver se combinar. Vagner Love é bom (risos)... O cara era ídolo aqui. Quem sabe eu não viro ídolo aqui também? - projetou.

Visual à parte, Vaz comentou outro estilo, o de jogar. Antes famoso pelas constantes investidas ofensivas, o zagueiro até tem saído para ajudar na armação, mas tem subido com menor frequência. Perguntado se a mudança de característica partiu de intuição própria ou de orientação de Zé Ricardo, afirmou que trata-se de um misto de coisas.

- Um pouco de cada. Prefiro fazer a minha agora bem feita atrás, e o Flamengo não tomar gol. Temos jogadores de qualidade na frente é melhor deixar para eles definirem. Prefiro fazer a minha e deixar meus companheiros à vontade para deixar pro gol - repetiu.

Confira outros trechos da coletiva de Rafael Vaz:

Momento da zaga, que não sofre gols há três jogos

O time no geral está numa boa fase, fazendo grandes partidas, claro que a zaga se destacou por não estar tomando gol. Todos felizes, mas sabemos que nossa responsabilidade cresceu. As equipes vão querer acabar com esse tabuzinho que estamos criando. Acho muito bom, mas, independentemente de quem jogar, eu, Réver, Juan, Léo, Dumas ou Donatti, tenho certeza que vai honrar a camisa do Flamengo da melhor maneira possível.

Enfrenta o Sport fora da Ilha do Retiro facilita?

Todo jogo com o Sport é muito difícil, é complicado escolher o campo, foi mais opção deles. Tenho certeza que será uma grande partida. Talvez não tenha aquela pressão que tem a Ilha, que todo mundo conhece, mas vai ser um grande jogo.

Em time que está ganhando não se mexe?

Só o Zé pode falar, mas o Flamengo montou um elenco muito forte. Não só os 11, e time para ser campeão tem que ter elenco forte. Flamengo está muito bem servido e vai fazer de tudo para realizar uma grande partida.

O que o Flamengo precisa melhorar no returno?

Algumas coisas ainda precisam ser melhoradas, mas preciso deixar com Zé. O principal é manter a concentração e brigar lá em cima até a reta final. O campeonato vai começar a dificultar mais ainda. É concentrar agora para dar o gás final na reta final.

Presença no G-4 após início ruim surpreende?

O Flamengo sempre brigou por título, G-4. Tenho certeza que foi uma fatalidade no início, mas o Flamengo sempre vai brigar lá em cima. Tenho certeza que o Flamengo vai dar muita alegria à torcida. Não estamos felizes ainda por estarmos no quarto lugar. Procurar falar em título só na reta final. Agora é falar em G-4, manter os pés no chão. Na frente, dando tudo certo, poderemos falar em título.

Time bem coletivamente

No nosso time não é só a zaga que está indo muito bem, pode ver que o ataque marca muito, e a bola chega sempre mascado. É normal se desgastarem para marcar, e a perna pesar na hora de atacar. A cobrança entre a gente está muito forte, e os gols vão sair naturalmente. Não importa se vencemos por 1 a 0, o importante são os três pontos.

Peças mudam, mas o time não

Trabalho do professor está surtindo efeito, ele não trabalha uma só equipe. O resultado vem disso. Qualquer peça que joga já sabe o que faz. Tenho certeza que vai acontecer muito mais coisa. Quem ganha é o Flamengo, e todos estão dando a vida para o Flamengo sair com os resultados positivos.

"Vontade louca de ganhar alguma coisa"

Eu acho que o Flamengo, nesse ano aqui, não vou dizer que está devendo, mas que está com uma vontade tremenda de ganhar alguma coisa. Sinto isso nos meus companheiros. Estamos loucos de vontade para ganhar algum título, independentemente se vai ser Sul-Americana ou Brasileiro. Sabemos que é muito difícil porque viajamos muito, não tem jogo no Rio. Esperamos estar perto do G-4, sempre no bolo. Isso para quando o Maracanã chegar a gente dar o sprint final e buscar o título.


Fonte: http://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/2016/08/vazgner-love-de-trancas-com-cores-do-fla-zagueiro-mira-idolatria.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.