| Futebol

Venda de ingressos para Goiás x Flamengo em MT é suspensa

Segundo Federação Mato-grossense de Futebol, a segurança do evento vai avaliar se é possível ter a capacidade total da Arena Pantanal no jogo do Brasileirão

Rodada dupla na Arena Pantanal (Foto: Christian Guimarães)Estádio tem capacidade para 44 mil torcedores
(Foto: Christian Guimarães)

A Federação Mato-grossense de Futebol (FMF) confirmou nesta sexta-feira a suspensão da venda de ingressos para o jogo entre Goiás e Flamengo, marcado para o dia 10 de setembro na Arena Pantanal, em Cuiabá. Quem buscou ingressos para o jogo na internet, recebeu a informação que todos os setores estavam esgotados. Segundo a entidade, em três dias, cerca de 30 mil ingressos já foram vendidos para a partida e a suspensão foi adotada como uma medida de segurança.

- Vamos nos reunir hoje com os organizadores e os responsáveis pela segurança no jogo para saber se é seguro termos o estádio atuando com a capacidade total. Se avaliarmos que é possível, uma nova carga de ingressos será colocada a venda nesta segunda-feira – afirmou Helmute Lawisch, presidente da FMF.

Com capacidade para 41.390 torcedores durante a Copa do Mundo, a Arena Pantanal teve a sua capacidade aumentada após o Mundial para 44 mil torcedores. O estádio ainda não atuou com a sua capacidade máxima após o torneio. O maior público da Arena Pantanal no pós-Copa foi registrado no jogo entre Bragantino e Corinthians pela Copa do Brasil, quando foi registrado um público de 28.820 pagantes e cerca de 30 mil torcedores presentes.

Um dos temores da organização é que os bilhetes não tem assentos marcados, o que pode gerar aglomeração nas arquibancadas. Na partida entre Bragantino e Corinthians, muitos torcedores acabaram assistindo o jogo em pé, já que muitos não respeitaram o setor que deveriam ficar.

Goiás e Flamengo se enfrentam na Arena Pantanal em jogo válido pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro, no dia 10 de setembro, às 22h (horário de Brasília). O jogo, inicialmente marcado para o estádio Serra Dourada, em Goiânia, teve o mando de campo vendido pela diretoria do time goiano para fazer caixa.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.