| Futebol

Versão artilheira de Gabriel desperta em mais um passo na Copa do Brasil

Jogador faz os dois gols do Fla na classificação para as semifinais e credita a Vanderlei Luxemburgo os três gols marcados nos últimos cinco jogos

 

A classificação do Flamengo para a semifinal da Copa do Brasil saiu dos pés de Gabriel. Nos dois jogos contra o América-RN, marcou os dois gols das vitórias por 1 a 0. O jogador, de 24 anos, está longe de ter vocação para artilheiro, mas vem cumprindo o seu papel, principalmente depois da chegada do técnico Vanderlei Luxemburgo.

Ao contrário do confronto de Natal, quando atuou como titular, Gabriel saiu do banco de reservas no fim do primeiro tempo para substituir Márcio Araújo, que saiu machucado. O destino apontava para o camisa 17 como herói da classificação.

saiba mais
  • Gabriel e Paulo Victor têm melhores notas
  • Elenco ganha folga e só volta a treinar na sexta

Em um jogo contra um adversário recheado de desfalques e com a vantagem de poder empatar, o Flamengo tinha o apoio de mais de 40 mil pessoas e a preocupação de não correr riscos. Gabriel ajudou a mudar o ritmo do jogo, atuando pelo lado direito, quase como um ponta.

No lance do gol da vitória (assista no vídeo acima), Gabriel começou a jogada no meio, com uma série de dribles, abriu a jogada pelo lado esquerdo para Everton. O cruzamento para Nixon teve o corte da defesa e o próprio Gabriel apareceu na área para aproveitar a sobra e marcar, aos 18 minutos do segundo tempo.

Gabriel Flamengo (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)Gabriel corre para festejar o gol da vitória rubro-negra na quarta-feira (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)



Foi o terceiro gol de Gabriel nos últimos cinco jogos do Flamengo e o sétimo do ano. Ele se igualou a Everton e Eduardo da Silva. Alecsandro lidera a artilharia do time na temporada, com 21 gols. A sequência do jogador veio logo depois de 21 jogos sem marcar em 2014.

- Ele (Vanderlei Luxemburgo) vem me dando liberdade. Fiquei muito tempo parado por lesão, quebrei o nariz. Não tem como ficar na conta esse tempo sem gol. Estou seguindo as instruções para estar na área. Aumentou a confiança. Só de falar que o erro é do futebol deixa a gente mais tranquilo, não põe pressão na cabeça do jogador e deixa a gente fazer o que sabe - disse Gabriel.

Nem mesmo o fato de ter deixado o estádio mancando, com o tornozelo direito dolorido, desanimou Gabriel. O sorriso no rosto dava a certeza do dever cumprido e a expectativa de que novas chances virão. Já são 84 jogos e 10 gols com a camisa do clube.

- O professor sabe o que é melhor para o Flamengo e deixo ele decidir - afirmou Gabriel, contratado pelo Flamengo no começo do ano passado.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.