| Futebol

Vice jurídico do Fla teme por segurança contra o Verdão e promete recurso

flameng - Vice jurídico do Fla teme por segurança contra o Verdão e promete recurso
Time da Gávea perde torcida visitante por três jogos (Foto: Gilvan de Souza/ CRF)

A punição inédita do Supremo Tribunal de Torcida Desportiva, em decorrência de confusões no dia 5 de junho, foi considerada incoerente para Flamengo. Na visão do vice-presidente jurídico do clube, Flávio Willeman, apesar de estar feliz com o fato de não ter que jogar com portões fechados, disse que a decisão foi injusta para o Rubro-negro, no que diz respeito ao jogo contra o Palmeiras, o primeiro contemplado pelas sansões, e admitiu temer pela segurança do duelo.

Leia mais:

Jogadores do Flamengo comemoram classificação suada em Cariacica

Coletiva do técnico Zé Ricardo após classificação do Flamengo

“Por um lado ela (a decisão) tem aspectos muito positivos, porque não procura punir o clube com portões fechados e impondo uma sansão mais gravosa. Mas o Flamengo acaba sendo prejudicado, porque o julgamento se iniciou com o Palmeiras tendo a perda de mando de campo e jogando com portões fechados. Agora, o Palmeiras joga dentro de sua casa, com a sua torcida, e o Flamengo foi privado de ter a carga de 10% dos ingressos”, apontou o dirigente, logo depois do julgamento no começo da tarde desta quinta-feira.

Como decidido pelo STJD para o confronto com os cariocas, o Palmeiras não poderá vender ingressos apenas para o setor Gol Norte do Palestra Itália, já os visitantes não terão qualquer ingresso à disposição. Esta medida, na visão de Willeman, além de não atender ao que chamou de “regra de equidade”, acaba por representar um risco à torcida rubro-negra, que pode, mesmo com a medida, se infiltrar e adquirir entradas reservadas para os alviverdes.

“Preocupa ao Flamengo o fato de não ter ingresso nenhum à disposição para servir a sua torcida. Mas a torcida do Flamengo pode, se quiser, por ser consumidor, ir ao jogo e isso pode representar um problema para a segurança do jogo contra o Palmeiras”, completou.

De acordo com a punição, o Flamengo, como visitante (contra Palmeiras, São Paulo e Fluminense), não poderá contar com a torcida. Já como mandante, o time da Gávea terá que barrar a presença de torcedores organizados, além de ter que disponibilizar 20% a menos dos ingressos para os confrontos diante de Figueirense, Cruzeiro e Santa Cruz. Willeman garantiu que o departamento jurídico do Fla recorrerá da decisão.

“É a decisão final da Justiça desportiva, até que ela seja revista. O Flamengo vai procurar recorrer a tempo aos auditores. Porque esta parte da decisão não atende uma regra de equidade”, declarou.

Fonte: http://www.gazetaesportiva.com/flamengo/vice-juridico-do-fla-teme-por-seguranca-contra-o-verdao-e-promete-recurso/

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.