Em jogo válido pela segunda divisão local, seu time venceu fora de casa o Zweigen Kanazawa, pelo placar de 3 a 2. E com direito a pênalti defendido por ele. Diferentemente das queixas constantes sobre a sua interminável opção por cair para o lado direito, Muralha mudou a estratégia, acertou o canto e evitou o gol adversário. Confira abaixo!

A esposa do goleiro, Tayrine Seifert, postou o vídeo com a legenda em desabafo: "isso não é divulgado". Seu marido, assim, encerrou um jejum de mais de dois anos sem defender um penal. A última vez aconteceu no dia 5 de março de 2016, na vitória do Fla por 3 a 1 sobre o Bangu pelo campeonato estadual daquela temporada.

​​