| Futebol

Vilaron afirma que não seria espantoso se o Flamengo goleasse o Figueirense

Comentarista do SporTV destaca superioridade do time carioca na vitória por 2 a 0<br>no Pacaembu, e vê pênalti discutível no primeiro tempo, mas sem dúvida no segundo

flameng - Vilaron afirma que não seria espantoso se o Flamengo goleasse o Figueirense



Pressionado pela vitória do Palmeiras na véspera, o Flamengo entrou em campo para enfrentar o Figueirense com a obrigação de vencer para se manter a um ponto do líder do Campeonato Brasileiro. Mas a pressão foi do time rubro-negro diante da equipe catarinense no Pacaembu, que terminou com a vitória do Flamengo por 2 a 0, pela 26ª rodada. Para o comentarista Wagner Vilaron, o placar podia ter sido mais elástico diante do que foi o jogo (assista ao vídeo).

- O Flamengo fez uma festa muito bacana aqui (no Pacaembu). Desde o primeiro minuto se impôs. A gente até brincava no final (da transmissão), quando o Muralha fez uma defesa já nos acréscimos, que foi a primeira dele na partida. Por aí você já começa a ter uma noção do que foi a superioridade. Num campeonato marcado pelo equilibro, especialmente nessa temporada, como tem sido o Brasileirão, é difícil você ver uma partida onde uma equipe se sobressai tanto diante da outra. Todos os números sugerem e evidenciam essa superioridade, menos um: o placar do jogo. Por tudo o que Flamengo fez, pela posse de bola e finalizações, por esses números, sugere um placar um pouco maior. O 2 a 0 ficou um bom placar, mas diante de tudo o que o Flamengo fez não seria nada espantoso se saísse daqui (do Pacaembu) com uma goleada - afirmou.

No primeiro tempo, o Flamengo perdeu a chance de abrir o placar aos 31 minutos, quando Leandro Damião perdeu um pênalti cometido por Ayrton ao bater o braço na bola. Mas, cinco minutos depois, Willian Arão cabeceou para marcar. No segundo tempo, Vilaron citou a queda de rendimento do time carioca, mas não o suficiente para mudar o panorama da partida, que fechou o placar com um gol de Diego, aos 25 minutos, em cobrança de pênalti. Vizeu sofreu falta na entrada da área.

- Teve a temperatura e o contexto de jogo. Não cabia outra alternativa ao Figueirense que não fosse tentar sair e jogar mais no seu campo de ataque. O Flamengo, percebendo que a equipe adversária era inoperante nesse sentido, deu uma acomodada. Pesou tudo isso. O Flamengo começou a tocar muito de lado um pouco antes do pênalti que resultou no segundo gol, enquanto o Figueirense tentava sair um pouco mais para o jogo. Mas depois do segundo gol a gente percebe que as rédeas foram retomadas (pelo Flamengo), se é que foram perdidas.

Sobre os pênaltis marcados a favor do Flamengo, Vilaron apontou que o primeiro era discutível, mas não teve dúvidas ao apontar a infração dentro da área na segunda jogada.

- Primeiro lance de pênalti entendo a polêmica. É um lance em que as pessoas podem ter uma interpretação diferente. Até brincava que quanto mais vejo o lance do primeiro pênalti menos convicto eu fico que foi pênalti. Mas o segundo não tem discussão. O Felipe Vizeu foi calçado dentro da área. Quanto isso não tem discussão - concluiu.

O Flamengo é o vice-líder do Brasileiro com 50 pontos, um a menos que o Palmeiras. Antes de pegar o Cruzeiro no próximo domingo, às 16h, pela 27ª rodada, em Cariacica, o Rubro-negro vai a Santiago, onde enfrenta os chilenos do Palestino, na quarta-feira, às 21h45. O Figueirense recebe o Santa Cruz no Orlando Scarpelli também no domingo, às 11h.

Fonte: http://sportv.globo.com/site/programas/ta-na-area/noticia/2016/09/vilaron-afirma-que-nao-seria-espantoso-se-o-flamengo-goleasse-o-figueirense.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.