| Futebol

Vinícius Júnior e a frigideira rubro-negra

flameng - Vinícius Júnior e a frigideira rubro-negra

Após um curto período de férias, cá estou novamente, e durante esse período acompanhei de perto as partidas do Flamengo até o momento na Copa São Paulo de Futebol Jr.

Certamente essa não é uma das melhores fornalhas da Base rubro-negra, ainda que o Flamengo tenha tudo para brigar pelo título do torneio mais uma vez. Mas o que importa mesmo é revelar bons atletas, título fica em segundo plano, e essa geração pode sim revelar jogadores úteis.

Como ponto fora da curva surge o meia-atacante Vinícius Jr., realmente é insinuante, talentoso, e tem tudo para estourar no futebol profissional. Mesmo aos 16 anos, consegue se destacar no sub-20, já começa a ganhar os holofotes da mídia, e a expectativa da Nação.

Eis a receita certa para o fracasso! O rapaz tem apenas 16 ANOS de idade, com uns 4 anos para aprender o máximo possível da Base, mas com toda essa badalação que gira em torno do seu nome o Flamengo começa a queimar etapas de sua formação.

O lado psicológico é uma séria preocupação nessa fase, será mesmo que o jovem conseguirá manter a cabeça no lugar diante de tanta repercussão? Quantas pérolas da Base já ficaram pelo caminho diante do mesmo cenário de badalação?

Ainda que seja inevitável que em algum momento ele comece a chamar a atenção do grande público, toda essa precoce exposição pode acabar se tonando um tiro no pé. Cria-se uma expectativa absurda, que se transforma em pressão de um dia pro outro.

Na minha opinião essa não era a ‘Copinha’ do Vinícius Jr., mais um ano no sub-17 era o ideal para o rapaz, mesmo que venha a se tornar o craque da atual edição do torneio, não tem necessidade de ter pressa, as coisas acontecem naturalmente.

Isso pra não falar das comparações, é sério que já estão comparando o garoto ao Neymar? Pra mim, uma comparação válida é com o último atleta que teve esse status de pérola da Base, Adryan. Vamos cometer exatamente os mesmos erros?

Queimaram etapas com o Adryan, ficou famoso muito novo, badalado, e não vingou. Adryan, assim como Vinícius Jr., era destaque das seleções de base, e rapidamente começou a ser chamado de ‘Novo Zico’. No final,  tornou-se um refugo aos 22 anos.

Toró, para quem não se lembra, tinha status de maior promessa do futebol brasileiro quando surgiu na Base do Fluminense, até dublê do Pelé ele foi, e de meia brilhante virou volante no Flamengo, hoje em dia ninguém sabe por onde anda.

Enfim, espero que o garoto Vinícius Jr. arrebente, e nos dê muitas alegrias com a camisa do Flamengo, mas cautela e canja de galinha não fazem mal a ninguém, não é mesmo?

Que os deuses do futebol estejam com o Flamengo!

Vinny Dunga

Siga no Twitter:  twitter.com/DungaVinny (@DungaVinny)

Curta no Facebook: facebook.com/ColunaDoVinny

Fonte: http://colunadoflamengo.com/2017/01/vinicius-junior-e-frigideira-rubro-negra/

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.