| Futebol

VIROU ABÓBORA ?

JUNTANDO CACOS

 

Vocês já mataram uma barata? Têm certeza? Garanto que muitas vezes acharam que sim, mas foram enganados por ela. Você dá-lhe uma porrada, ela se faz de morta e enquanto vocês vão pegar a pá de lixo para recolher a defunta, ela desaparece. Se esconde até se recuperar e reaparece novamente mais tarde.
Foi isso que aconteceu no domingo passado. Golpeamos a infeliz logo no início, ela sentiu o golpe, mas ao invés de aproveitarmos o momento, pisarmos em cima e esmagá-la, preferimos “administrar” a vantagem que havíamos conseguido.

Pois Bem, a “Barata” se escondeu no vestiário, voltou para o segundo tempo na base do tudo ou nada e, beneficiada por dois erros GRAVÍSSIMOS do Soprador de Apito, nas duas únicas vezes que conseguiu concluir, reverteu a vantagem que tínhamos conseguido.
Cheguei a pegar o telefone para me associar a Fla-Deprê, mas reagi a tempo e acabei preferindo deixar o Rock in Rio ocupar meu final de domingo! Mas e o resto da semana?

Cada um de nós reage de uma maneira. Eu, simplesmente, não consigo ler esporte nos jornais, acessar páginas esportivas na Internet ou assistir as resenhas na TV. Pra quê? Será que algum comentarista vai ter a coragem de afirmar que dois erros de arbitragem decidiram o jogo? Para ouvir piadinhas sobre nossas pretensões na competição, ou que os Mafiosos do Tietê já são campeões e o Vasco não vai mais cair? Existem filmes de terror bem mais agradáveis de se ver por aí do que isto.

Só entro mesmo, dependendo do meu estado de nervos, aqui no FlaRJ, para saber as opiniões e dividir minhas decepções com os amigos. E também para rever outros, que, CURIOSAMENTE, só aparecem nos momentos de dor.

É evidente que não imaginava que nossas humilhações sobre os vices durassem para sempre. Depois de VINTE anos vencendo TODAS as finais, é até justo que eles tenham algo para comemorar em relação a nós. E confesso que não foi essa derrota, os erros da arbitragem, o fato do nosso maior rival estar próximo de nos igualar em títulos brasileiros ou as gozações que fui obrigado a ouvir, o que me deixou mais triste. Nem mesmo nosso distanciamento do G4, já que, na realidade, cresceu apenas em um ponto.

Minha maior tristeza mesmo foi perceber claramente no nosso torcedor, a perda de confiança nessa equipe.
Paulo Victor deixou de ser unanimidade, Samir não é mais zagueiro de Seleção, Jorge não é visto mais como grande promessa, Alan Patrick não serve mais pra ser o 10, Sheik passou a ser apenas um presepeiro descontrolado e Guerrero a não merecer o que ganha.
Ou seja, bateu meia-noite e viramos abóbora. Será mesmo?

Calma, gente! Não é bem assim.
Se até nós passarmos a achar que acabou, aí é que acaba mesmo. A absoluta ausência de lógica em futebol constantemente nos prega peças, tanto para o mal quanto para o bem.

O momento é duro de engolir? MUITO! Como é que um time desfalcado de seus jogadores mais importantes consegue encaixar seis vitórias consecutivas e, quando volta a contar com elenco completo, perde três seguidas, da forma como perdeu? Não dá pra entender!

Seria simplista demais justificar apenas nas más arbitragens, o que aconteceu nas últimas rodadas. Nossos problemas vão além disso. Osvaldo precisa sentar com o grupo e tentar descobrir o que está acontecendo. Se o problema é tático, técnico ou emocional. Por que essa equipe é capaz de oscilar TANTO, até dentro de uma mesma partida?

Quanto a nós, torcedores, o natural, justificado e explícito abatimento não deve impedir de continuarmos olhando pra frente. Ainda falta mais de um quarto da competição a ser disputado e continuamos na briga, SIM.
A péssima relação que desenvolvemos ao longo dos anos diante das tais “Barbadas” fez com que nos tornássemos também especialistas na arte de juntar os cacos. E é exatamente isso que precisamos fazer neste momento.

Não se iludam! Não adianta dizer que já desistiu, que o ano já acabou, que agora só vai querer saber de Flamengo em 2016, que não acredita mais em vaga na Libertadores, que não vai assistir mais aos nossos jogos, e que vai esquecer que o Flamengo existe.
Vocês NÃO VÃO conseguir. Estarão apenas tentando enganar a si mesmos.

Alguns levarão mais tempo, outros menos, para digerir este momento ruim. Mas, podem estar certos, está no nosso DNA, bastará uma vitória convincente no domingo, e alguns tropeços do pessoal que ainda está na nossa frente, para que todos voltem a sentir aquela sensação que vem lá de dentro dizendo ...  

PRA CIMA DELES, MENGÃO !!!


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.