| Futebol

Vitória sobre o Botafogo derruba maior jejum do Fla desde 2007

Na estreia de Luxemburgo, time quebra série de oito jogos sem vencer e deixa a lanterna. Sequência de sete anos atrás também foi sob o comando de Ney Franco

Luxemburgo Flamengo x Botafogo (Foto: André Durão / Globoesporte.com)Luxemburgo encerra série negativa do Flamengo (Foto: André Durão / Globoesporte.com)

A importância da vitória do Flamengo por 1 a 0 sobre o Botafogo, domingo, no Maracanã, vai além dos três pontos na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. O time quebrou uma série de oito jogos sem vencer na temporada, a maior em um ano desde 2007, quando passou o mesmo período em branco, e deixou a lanterna da competição.

Coincidentemente, na série de 2007, entre maio e junho, o técnico também era Ney Franco. Na época, ele ainda conseguiu se manter no comando por mais dois jogos, vencendo América-RN e empatando com o Corinthians, mas acabou demitido e substituído por Joel Santana.

Este ano, Ney Franco foi responsável por sete jogos da série negativa. Jayme de Almeida comandou o time no primeiro confronto do longo jejum, na derrota por 2 a 0 no dia 11 de maio. De lá para cá, o Flamengo somou mais quatro empates e perdeu outras três vezes. Em 2007, foram cinco empates e três derrotas.

Desta vez, Ney Franco foi demitido dois dias depois da derrota por 4 a 0 para o Internacional, em Porto Alegre, sendo substituído por Vanderlei Luxemburgo. O novo treinador comandou três dias de treinamentos antes do clássico com o Botafogo.

O próximo confronto do Flamengo é contra a Chapecoense, também pelo Campeonato Brasileiro, domingo, em Chapecó. Mesmo com a vitória sobre o Botafogo, o time segue na zona de rebaixamento, com 10 pontos somados em 12 rodadas na competição.

Para esse jogo, Luxemburgo não contará com Cáceres e Léo Moura, suspensos, além de Samir, que segue no departamento médico com uma lesão na coxa esquerda. O lateral-direito Léo pode ficar à disposição depois de passar por um trabalho de recuperação física.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.