| Futebol

Volta ao Rio em novo palco: 5 razões para curtir Botafogo x Flamengo

Mais de 10 anos depois, rivais voltam a duelar na Ilha do Governador neste sábado com elementos para atrair 15 mil torcedores

flameng - Volta ao Rio em novo palco: 5 razões para curtir Botafogo x Flamengo

O ano de 2016 tem sido particularmente difícil para alguns torcedores do Rio de Janeiro. Por causa do fechamento de Engenhão e Maracanã para a Olimpíada, os fãs cariocas de Botafogo e Flamengo sofrem com a ausência de seus times, que, por necessidade, têm atuado mais fora do estado. Mas pelo menos neste sábado, 15 mil poderão matar a saudade. Às 16h (de Brasília) os rivais se enfrentam na Arena Botafogo - como o Alvinegro passou a chamar o Estádio Luso-Brasileiro depois de custear sua reforma e ampliação -, no bairro da Ilha do Governador, na Zona Norte, em duelo válido pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Este é apenas um dos elementos que cercam uma partida que reúne adversários em viés de alta, ainda que em posições distintas na tabela. Enquanto o Botafogo mostra reação para se distanciar da zona de rebaixamento, o Flamengo busca engatar uma sequência de vitórias para manter-se perto do G-4. Os dois times voltam a duelar no Rio após mais de um ano, e o Luso-Brasileiro, estádio da Portuguesa da Ilha, será novamente palco do clássico depois de mais de uma década.

Confira alguns motivos para não perder o clássico deste sábado

Um novo palco


Além dos times, a Arena Botafogo será a grande atração do clássico. Incomodada com a distância do torcedor, o Botafogo decidiu investir R$ 5 milhões na reforma e utilizar o estádio Luso-Brasileiro, da Portuguesa da Ilha, até dezembro. O clube investiu em arquibancadas provisórias, gramado, reforma de vestiários e sala de imprensa, banheiros químicos, cabines de imprensa, pintura, acesso, roletas e instalação de refletores. A expectativa era que o estádio fosse liberado no mês passado, mas houve atrasos. O Gepe liberou o local para 17.250 torcedores, mas o Corpo de Bombeiros recomendou no máximo 15 mil pessoas, público deste sábado. A torcida do Flamengo terá direito somente a 10% da carga (1.500 ingressos). Não será a primeira vez que os dois times se enfrentam no local. Em 2005, sem o Maracanã, Botafogo e Flamengo fizeram uma parceria e montaram a então Arena Petrobras, para 30 mil pessoas. No confronto direto, o Rubro-Negro levou a melhor e venceu por 2 a 0, com gols de Leo Moura e Jean (assista ao vídeo).

Voltando ao Rio


Com o fechamento do Maracanã, passaram a ser escassos os clássicos cariocas no Rio de Janeiro. Por exemplo, o último duelo entre Botafogo e Flamengo ocorreu em Juiz de Fora pelo estadual de 2016 (empate em 2 a 2). As equipes voltam a se enfrentar no Rio de Janeiro após mais um ano. Em 1º de março de 2015, o Alvinegro venceu por 1 a 0 no Maracanã, com gol de Tomas. A bola chutada de fora da área bateu na trave, nas costas de Paulo Victor e entrou (assista aos melhores momentos).

Duelo de gringos no ataque

Uma das atrações do Botafogo neste sábado deve começar no banco. Contratado em maio, Gustavo Canales deve enfim fazer sua estreia. O ex-atacante da Univesisdad de Chile, de 34 anos, desembarcou em General Severiano como solução para o baixo número de gols do time alvinegro na temporada. No entanto, por conta de um edema ósseo no pé direito, precisou se tratar por mais de um mês. Regularizado, pela primeira vez foi relacionado por Ricardo Gomes. Já o atacante gringo do Flamengo tem vaga certa entre os titulares. Depois de cumprir suspensão na última rodada, Guerrero volta a ser titular, resistindo à boa atuação de Felipe Vizeu, que marcou os gols da vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-MG. Será apenas a segunda vez que o peruano enfrenta o Botafogo defendendo o Rubro-Negro.

Joias no banco

O técnico Zé Ricardo decidiu fazer apenas uma mudança no time que venceu o Atlético-MG, na última rodada. Assim, a principal novidade do Flamengo estará no banco. O meia Adryan será relacionado pela primeira vez desde que voltou a treinar com o time, na semana passada. Ele não disputa uma partida pelo clube desde 2013, quando saiu para rodar pela Europa. Hoje com 21 anos, o prata da casa é cercado de expectativas dos torcedores e da comissão técnica, pois espera-se um atleta mais maduro do que aquele que saiu há dois anos e meio. Já no banco do Botafogo estará sua maior promessa das categorias de base nos últimos anos. Após surgir como um furacão no ano passado, Luís Henrique não vem tendo tantas oportunidades em 2016. Assim como o meia rubro-negro, seu futuro está indefinido. Com contrato até maio do próximo ano, o Roma já demonstrou interesse no atacante e mantém conversas com a mãe do jogador. Caso não chegue a um acordo de renovação, em dezembro Luís já poderá assinar pré-contrato com outra equipe.

Rivais em ascensão no Brasileiro

O início no Campeonato Brasileiro foi complicado, mas o Botafogo começou a respirar nos últimos jogos. Desde a estreia de Camilo, há quatro rodadas, diante do Internacional, o time de Ricardo Gomes somou sete dos 12 pontos disputados. A melhora em campo já rendeu resultado, e o Alvinegro está há duas rodadas fora da zona de rebaixamento, parte da tabela que frequentou na maior parte da competição. O Flamengo vem cumprindo o objetivo de estar próximo do G-4. Atualmente a equipe está na sexta posição, mas com os mesmos 23 pontos do Santos, último da zona da Libertadores. A intenção agora é deixar de alternar vitórias e derrotas (como nas últimas cinco rodadas) e emendar uma sequência positiva de resultados para fixar posição na parte de cima da tabela.

Botafogo x Flamengo

Local:
Arena Botafogo, no Rio de Janeiro
Data e horário: sábado, 16h (horário de Brasília)
Botafogo: Sidão, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Emerson e Diogo Barbosa; Airton, Bruno Silva, Rodrigo Lindoso e Camilo; Rodrigo Pimpão e Sassá.
Flamengo: Alex Muralha, Pará, Réver, Rafael Vaz e Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão e Mancuello; Fernandinho, Marcelo Cirino e Guerrero.
Desfalques: Jefferson, Leandrinho e Lizio (Botafogo); Rodinei, Alan Patrick, Ederson, Emerson e Donatti (Flamengo).
Pendurados: Airton, Fernandes, Renan Fonseca, Leandrinho e Anderson Aquino (Botafogo); Everton e Léo Duarte (Flamengo).
Arbitragem: Flávio Rodrigues de Souza (SP), auxiliado por Danilo Ricardo Manis (SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)
Transmissão: PremiereFC e Tempo Real do GloboEsporte.com

Fonte: http://globoesporte.globo.com/futebol/brasileirao-serie-a/noticia/2016/07/volta-ao-rio-em-novo-palco-5-razoes-para-curtir-botafogo-x-flamengo.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.