Zagueiro do Flu reclama de pênalti não marcado e alfineta: “Se fosse para o Flamengo ele teria dado”

Zagueiro do Flu reclama de pênalti não marcado e alfineta: “Se fosse para o Flamengo ele teria dado”

O Flamengo venceu por 3 a 0 o Ceará neste domingo (29), mas foi lembrado após o término de outro jogo da terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Na peleja entre Fluminense x São Paulo, no Maracanã, jogadores e técnico da equipe tricolor reclamaram de um pênalti não marcado ao seu favor no confronto. O zagueiro Gum, em entrevista na zona mista, lembrou do Flamengo e do Corinthians para reforçar a sua reclamação com a arbitragem do certame.

Rodolpho Toski Marques, árbitro do jogo, não marcou um possível pênalti para o Flu, quando o lateral Ayrton cruzou e a bola pegou no braço do zagueiro são paulino Arboleda. Com isso, Gum afirmou que se o lance fosse a favor do Mais Querido ou do time paulista, o juiz assinalaria o pênalti.

O pênalti foi muito claro, se fosse para o Flamengo ou Corinthians ele (árbitro) teria dado, mas para o Fluminense eles não estão dando. Enfim, naquele momento se nós fazemos o gol, teria mais tempo para fazer uma virada —, disse Gum.

Após a declaração, um repórter indagou o porquê do zagueiro crer que se fosse para os clubes citados o pênalti iria ser marcado. O zagueiro respondeu e declarou que, por diversas vezes, lances parecidos são marcados para o Mengão e Timão. O atleta ainda descreveu, na visão dele, como foi o lance.

Porque diversas vezes esse pênalti eles (árbitros) dão para o Flamengo e Corinthians, só isso. Mas a questão, é que ele (Rodolpho Toski) viu o lance de uma forma diferente, que o braço não estava aberto. Mas foi muito claro, o braço estava aberto, o cara deu o carrinho para cortar a linha de passe, o braço foi para trás e ele impediu que a bola chegasse na área. Então isso é pênalti —, finalizou o zagueiro.

VEJA O VÍDEO: