| Futebol

Zé não crê em atrito no grupo por conta de muitos medalhões: 'Vaidade em segundo plano'

Com elenco cheio de nomes consagrados, Zé Ricardo mostra confiança que busca pelas vagas de titular não atrapalhará ambiente do grupo. Técnico se diz preparado para o cargo.

flameng - Zé não crê em atrito no grupo por conta de muitos medalhões: 'Vaidade em segundo plano'

O Flamengo agitou os últimos dias da janela de transferências com as contratações de Donatti, Leandro Damião e a cereja do bolo: o meia Diego. Eles se juntaram a um elenco que já tinha outros atletas renomados, como Guerrero, Juan, Réver e Alan Patrick. Com tantos medalhões no grupo, surge o
receio que a disputa pela titularidade provoque atritos no ambiente, como já aconteceu no passado no próprio Rubro-Negro.

Efetivado na semana passado, o técnico Zé Ricardo não está preocupado com essa questão. Ele diz que confia no caráter dos jogadores e diz que o Flamengo está com um grupo em que a vaidade não reinará.

– Prefiro 100% estar nessa situação, com elenco forte, do que o inverso. Quando contratamos, avaliamos várias coisas, inclusive a parte de caráter. Estamos formando um grupo onde a vaidade deve estar no segundo plano – disse o treinador, destacando que o Fla tem um calendário com muitos jogos, já que também disputará a Sul-Americana, e todos os atletas terão oportunidades.

Capitão da equipe, zagueiro Juan, de 37 anos, usa sua experiência para evitar que o grande número de nomes consagrados atrapalhe o ambiente no clube. Segundo ele, os jogadores devem evitar vaidade e ficar pensando em vaga na equipe.

– O Flamengo está formando um grupo muito forte. Nós, jogadores, não temos que nos preocupar quem é titular. O Zé vai saber o momento de escalar cada um. A oportunidade vai surgir. Não podemos cair nessa armadilha de vaidade quando se tem um grupo forte. É preciso trabalhar forte – disse o zagueiro.

Comandando pela primeira vez uma equipe profissional, Zé Ricardo não se intimida e diz que está preparado para administrar um grupo com tantos nomes de peso.

– Me sinto totalmente preparado para estar onde estou. É uma cobrança que eu até já esperava. Tenho o cargo de treinador do clube de maior torcida, um dos maiores do mundo. Sabia que teria essa carga. Experiência só pega com o tempo, estou aprendendo a cada dia mais.

Fonte: http://www.lance.com.br/flamengo/nao-cre-atrito-grupo-por-conta-muitos-medalhoes-vaidade-segundo-plano-1.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.