| Futebol

Zé pode barrar Muralha no Fla um ano depois; diretoria só monitora goleiros

flameng - Zé pode barrar Muralha no Fla um ano depois; diretoria só monitora goleiros

A estreia de Zé Ricardo no comando do Flamengo coincidiu com a do goleiro Alex Muralha, que completou um ano como titular nos últimos dias, mas deve ser barrado pelo treinador, que precisa manter o emprego.

A presença do jovem Tiago contra o Avaí, no domingo, é uma possibilidade grande. O técnico entende que deu as chances para Muralha se redimir, mas as falhas em sequência minaram a confiança da torcida e da comissão técnica da equipe.

Zé Ricardo vai conversar com o preparador de goleiros Vitor Hugo e, dependendo da condição do atual reserva, fazer a experiência. Depois da derrota para o Sport, com falha de Muralha, o treinador indicou que Tiago poderia jogar o próximo jogo.

Se há dúvida sobre a troca no gol, em outras posições Zé Ricardo pode radicalizar. Depois de barrar Rafael Vaz, os volantes Márcio Araújo e Willian Arão, homens de confiança do treinador, podem dar lugar a Rômulo e Cuéllar. A queda técnica das duas principais peças do meio-campo recentemente é crescente, e o treinador foi cobrado a dar chances a quem tem entrado bem.

Quem acompanha os treinos no dia a dia entende que, apesar do bom desempenho de alguns jogadores de todos os setores, Zé Ricardo mantém sua base. A “panelinha” promete acabar já contra o Avaí. A equipe deve ter outra cara. Nomes como Rodinei e Felipe Vizeu, que também não engatam sequência, podem ganhar chances. Certa é a permanência de Diego.

Diretoria insiste em não trazer goleiro agora

A má fase de Muralha ainda não levou o Flamengo a ir ao mercado buscar outro goleiro. A diretoria entende que os jovens Tiago e César podem dar conta em um mau momento do titular.

Mesmo assim, a pressão é crescente e as vozes da Gávea ao Ninho do Urubu engrossam o coro para trazer um nome incontestável. A ideia, por enquanto, é reavaliar a necessidade para um investimento para 2018.

Nesse cenário, nomes do mercado nacional e internacional são especulados. Entre eles, de Ochoa, que defendeu a seleção do México, e de Diego Cavalieri e Jefferson, de Fluminense e Botafogo, respectivamente. Ambos os goleiros dos rivais estão sem jogar e não são titulares.

O Flamengo observa a situação deles e de outros destaques no Brasil.

Thiago espera chance

Thiago foi promovido depois do título da Copinha Sub-20 em 2016 ao gol dos profissionais do Flamengo. Em 2017, teve sua primeira oportunidade como titular no Estadual, quando jogou três partidas, contra Portuguesa, Resende e Volta Redonda. O jovem goleiro ficou conhecido por postar em sua conta no Twitter que o lateral-esquerdo João Paulo “tinha que ser banido” do Flamengo após falhar no empate contra o Bolívar, no Maracanã, pela Libertadores de 2015. Em 2016, foi um dos destaques na conquista da Copinha. Na final contra o Corinthians, nos pênaltis, pegou duas cobranças.

Fonte: https://extra.globo.com/esporte/flamengo/ze-pode-barrar-muralha-no-fla-um-ano-depois-diretoria-so-monitora-goleiros-21454159.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.