| Futebol

Zé revê rival da estreia, e vice justifica confiança: "Técnico o Fla faz em casa"

Quando Muricy deixou o Rubro-Negro no fim de maio, atual treinador assumiu equipe na vitória por 2 a 1 contra a Ponte e acabou efetivado no cargo 10 rodadas depois

flameng - Zé revê rival da estreia, e vice justifica confiança: "Técnico o Fla faz em casa"

O Flamengo entra em campo nesta quarta-feira, às 21h45, para enfrentar a Ponte Preta, adversária da estreia de Zé Ricardo como técnico interino. E estreou bem, com vitória por 2 a 1 que encerrou jejum de quase 16 anos sem triunfos sobre a Macaca no Moisés Lucarelli. Zé só foi ser efetivado dez jogos após debutar. Tão logo que Muricy Ramalho deixou o Fla por conta de problemas cardíacos, o clube se aproximou de Abel Braga, mas os bons resultados do interino fizeram a diretoria mudar de ideia e apostar numa solução caseira e menos cara.

De acordo com o vice de futebol rubro-negro, Flávio Godinho, o departamento sempre pensou na efetivação e só a fez de forma morosa para preservar José Ricardo Mannarino, de 48 anos e à época sem nenhuma experiência em equipes profissionais. Ao comentar a decisão, Godinho adaptou o lema "Craque o Flamengo faz em casa".

- Quando optamos pelo Zé Ricardo na saída do Muricy evidentemente pretendíamos efetivá-lo. Só que no futebol você tem que dar um passo de cada vez. Então a gente até demorou um tempo maior do que o normal para efetivá-lo mais para preservá-lo, porque a cobrança no Flamengo é sempre maior. Desde o começo, quando colocamos o Zé, era para dar certo e ficar com ele mesmo. A ideia é: o Flamengo faz craque e técnico em casa. Graças a Deus, está dando tudo certo. Vamos esperar que tudo continue assim, porque a torcida está animada, mas ainda estamos em setembro. Temos ainda muito chão pela frente, seja no Brasileiro ou na Sul-Americana, e aqui é um passinho de cada vez. Muito no sapatinho - disse Godinho.

Zé Ricardo já soma 20 partidas como técnico da equipe profissional, com 11 vitórias, três empates e seis derrotas - 60% de aproveitamento. Deixou de ser "café com leite", nas palavras de Godinho, em 14 de julho.

- Me lembro de quando tive a conversa com o Zé Ricardo, eu disse: "Agora vai deixar de ser café com leite, vão vir com tudo para cima de você" (risos). No dia que eu fui efetivá-lo, também dei a notícia de que eu ia atrás do Diego.

Embora diga que o objetivo de efetivar Zé Ricardo fosse comum na diretoria desde o momento da substituição a Muricy Ramalho, o vice de futebol do Flamengo admite a influência dos bons resultados na escolha pelo jovem treinador.

- No futebol, todo mundo é interino por natureza. O que garante lugar e consolida ideias são os resultados. Ele é um técnico muito estudioso, um cara aberto ao diálogo, tem liderança, sabe ler bem o jogo e que mantém os jogadores sempre motivados. Talvez a principal qualidade é que ele foi abraçado pelos jogadores e está crescendo junto com o time. Crescendo na profissão a medida que o time vai encorpando. É como num casamento, ou seja tem que ter sinergia.

Flamengo x Ponte Preta - Campeonato Brasileiro

Local: Estádio Kleber Andrade, em Cariacica-ES
Horário: 21h45 (de Brasília)
Desfalques: Guerrero (seleção peruana) e Ederson (passará por artroscopia no joelho esquerdo).
Provável escalação do Flamengo: Alex Muralha, Pará, Rafael Vaz, Réver, Jorge; Márcio Araújo, William Arão, Diego; Gabriel , Everton e Leandro Damião

Fonte: http://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/2016/09/ze-reve-rival-da-estreia-e-vice-justifica-confianca-tecnico-o-fla-faz-em-casa.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.