Zé Ricardo analisa a derrota para Santos

Zé Ricardo analisa a derrota para Santos
O técnico Zé Ricardo analisou a derrota para o Santos, nesta quarta-feira, pelo Campeonato Brasileiro. Em coletiva após o jogo, ainda no Pacaembu, o treinador disse que o resultado negativo não muda sua forma de ver a competição e que ainda trabalha jogo a jogo. Para Zé, a expulsão de Rodinei pesou no resultado final. O técnico também comentou rapidamente a atuação da arbitragem, que anulou um gol de Rever quando a partida estava empatada. 

Sócio-torcedor tem mais Flamengo na hora de se informar: tem acesso à FlaTV Nação Rubro-Negra, com transmissões ao vivo de treinos e vídeos exclusivos no site, e desconto na assinatura da revista oficial! Clique e sinta o orgulho de ser sócio-torcedor.

Confira abaixo os principais tópicos da entrevista. 

Resultado

A gente sai frustrado. Acredito que o Flamengo tenha feito uma boa partida, criamos oportunidades, finalizamos, o resultado justo não seria a derrota. Esse é o futebol. Temos que levantar a cabeça, ver o que podemos melhorar. Sempre podemos melhorar. Depois da partida que fizemos, sair derrotados realmente chateia e temos que recuperar rapidamente para o jogo de domingo. 

Guerrero

Não falei individualmente com ele e ainda não tenho nenhuma informação. 

Título

Antes da partida com o Corinthians estávamos evitando falar sobre isso e continuo pensando da mesma forma. Temos que fazer a competição como sempre fizemos, pensando jogo a jogo. Hoje estávamos bem e fazendo o que pensamos para a partida, mesmo quando tomamos o primeiro gol. Mas o futebol nos coloca em situações difíceis, como a que a gente está passando agora. Mas vamos tentar terminar o primeiro turno com uma vitória diante do Vitória, e aí pensar novamente nas copas e tentar, dentro das competições, uma dar gás para a outra. 

Expulsão do Rodinei

O peso da expulsão foi muito grande. Depois da expulsão, tivemos algumas oportunidades, até mesmo com nove em campo, fizemos um gol que foi anulado. Não gosto de falar de arbitragem, mas estava muito pressionada, depois do acontecimento na Vila e do jogo no Itaquerão, sabia que era difícil para eles também. Mas o primeiro cartão acho que foi exagerado e ali estávamos com três jogadores com cartões e depois da expulsão o Santos cresceu. Fez o gol de empate, chegamos a fazer um gol que foi anulado e depois, na pressão, o Santos acabou vencendo a partida.  Jogar contra o Santos completo já é difícil, com um a menos dificultou bastante.