Zé Ricardo comemora classificação e projeta sequência de jogos decisivos: "Grupo preparado"

Zé Ricardo comemora classificação e projeta sequência de jogos decisivos: "Grupo preparado"

Foto: Gilvan de Souza

Com a classificação para a final do Campeonato Carioca garantida após a vitória por 2 a 1 sobre o Botafogo, em grande atuação rubro-negra no Maracanã, o treinador Zé Ricardo compareceu à sala de imprensa do estádio, onde concedeu entrevista coletiva. O resultado foi celebrado pelo técnico, que exaltou o comprometimento e a entrega do grupo em campo para a conquista do resultado.

Autor de dois gols no clássico, o centroavante Paolo Guerrero teve uma performance de enxer os olhos, assim como a importância do zagueiro Rafael Vaz, enaltecidos por Zé Ricardo durante a entrevista. A final do Estadual também está na mira do comandante rubro-negro, que elogiou o Fluminense, adversário do próximo domingo (30), quando será disputada a primeira partida da decisão. 

Sócio-torcedor tem mais Flamengo em vídeos da FlaTV Nação Rubro-Negra, com entrevistas exclusivas dos jogadores! Clique e sinta o orgulho de ser sócio-torcedor.

Veja os principais trechos:

Final do Carioca
Flamengo e Fluminense chegaram merecidamente a essa condição. A pontuação geral acabou prevalecendo. Sabemos que em clássico não tem favorito. O Abel, em pouco tempo à frente do elenco do Fluminense, conseguiu montar uma equipe extremamente competitiva. É muito bom o Fluminense jogar. É uma equipe jovem, com um meio de campo talentoso e muita velocidade no ataque. Logicamente que tanto o Flamengo quanto o Fluminense têm suas armas e tenho certeza que serão dois grandes jogos.

Desempenho diante do Botafogo
Antes de mais nada, queria parabenizar a entrega de todo nosso grupo. Fizemos uma semana de trabalho bastante efetiva e acabamos fazendo tudo aquilo que planejamos executar contra o Botafogo. Os atletas, sem vaidade nenhuma, acabaram jogando até um pouco fora de posição, como foi o caso do Arão no segundo tempo. Nossa ideia era ter os três homens de frente com muita pressão no homem da bola, fazendo o Paolo jogar desmanchando a zaga do Botafogo para podermos trabalhar com infiltração. No primeiro tempo até aconteceu esse comportamento por duas ou três vezes, mas entendemos que faltou uma aproximação no centro do campo, então a gente decidiu inverter, colocar o Arão pela direita e voltar com o Gabriel desempenhando uma função central. Acho que estivemos um pouco mais equilibrados no segundo tempo e merecemos a vitória.

Mês repleto de decisões
Nós já sabíamos que o mês de abril, principalmente, seria muito difícil para nós, a comecar pelo jogo contra o Atlético-PR aqui no Maracanã, e agora nessa fase final do Estadual e também nas três últimas partidas pela Libertadores. A gente vem desde o início do ano colocando na cabeça do grupo que o plantel é importante. Independentemente de quem for a campo, todos devem estar preparados. A competitividade entre eles no dia-a-dia de trabalho é bastante saudável. Acho que temos um grupo preparado para suportar essas partidas decisivas.

Plano de jogo para a partida
Essa era a ideia. Um dos dois sempre estarem entrando para fazer a função e, na ausência dos dois, o próprio Guerrero vinha para buscar um pouco mais a bola. Se tivesse condição para vir de frente, trabalharíamos a bola nos corredores. Aconteceram algumas situações dessas, mas achei que no segundo tempo fomos mais equilibrados com o Gabriel jogando na função que o Diego vinha exercendo até então. É importante termos algumas variações, mesmo tendo atletas que têm algumas características que podem mudar, mesmo na forma que a gente costuma atuar. 

Luta por títulos
Estamos em busca deles, tentando fazer as coisas certas e de forma equilibrada, mas sempre com muito respeito e também com muita ambição. Às vezes, a gente planeja algumas coisas que não dão certo, faz parte do nosso dia-a-dia, mas caminhamos sempre para nos fortalecer. O importante é o grupo acreditar naquilo que passamos para eles. Enquanto eu tiver o respeito e a dedicação do meu grupo, acho que podemos sim sonhar com esses títulos, trabalhando para que eles se tornem realidade.

União do grupo
O Diego é extremamente profissional. Está seguindo à risca o que está na programação na recuperação dele. Enquanto estávamos concentrados, ele fez questão de almoçar com todo mundo e vir junto com a delegação. Falou antes do jogo com o grupo. É um jogador que está totalmente identificado com o clube e o clube com ele. Fico feliz que ele tenha vindo assitir ao jogo, pois o elenco precisa estar unido, principalmente em um esporte coletivo onda ninguém joga sozinho. É fundamental que tenhamos todos concentrados e em busca do objetivo.

Protagonismo de Paolo Guerrero
Dentro da área, o Guerrero é um jogador extremamente perigoso. Fora da área, sabe muito bem o que fazer. Quanto mais ele se sente à vontade dentro da plataforma de jogo, ele vai poder desempenhar bem seu futebol. É um jogador que, além de saber fazer gol, ele sabe servir bastante também. É um jogador extremamente coletivo. Ele assumiu o protagonismo que a gente espera dele, pois é um jogador de nível de seleção nacional e também reconhecido internacionalmente.

Performance de Rafael Vaz
O Rafael é um jogador importantíssimo para nós. O Flamengo vem, há algum tempo, mantendo uma regularidade nos jogos a nível de resultado e ele é parte efetiva desse retrospecto. É normal um atleta às vezes diminuir um pouquinho sua condição. Tenho certeza que fizeram bem para ele essas duas, três semanas. Ele é um jogador que, apesar de ter seus 28 anos, ainda tem muito a crescer. Eu confio extremamente nele.