Zé Ricardo completa "um turno" com aproveitamento de campeão

Zé Ricardo completa "um turno" com aproveitamento de campeão

Zé Ricardo chega ao 19º jogo com 11 vitórias

Uma oportunidade que apareceu de repente, por conta de uma situação inesperada e indesejada: assim foi a ascensão de Zé Ricardo da equipe sub-20 para o time profissional. No dia 26 de maio, o então treinador do Flamengo, Muricy Ramalho, teve um problema cardíaco e precisou interromper o trabalho, que vinha sendo realizado desde janeiro. Com mais uma rodada do Brasileirão marcada para três dias depois, o time não poderia ficar sem comandante - e Zé Ricardo foi nomeado interino.

Analisando a trajetória de José Ricardo Mannarino no futebol é fácil perceber que uma palavra fez a diferença para que a chance fosse dada a ele: merecimento. Na bagagem, um trabalho de longa data nas categorias de base coroado pelo título da Copa São Paulo de Juniores de 2016.

O conhecimento do clube, as ideias sobre futebol e o jeito de conversar logo conquistaram o elenco e a Nação Rubro-Negra. Rapidamente isto se refletiu dentro de campo: Zé Ricardo estreou contra a Ponte Preta, em Campinas, e não se intimidou, quebrando um tabu de 11 anos sem vencer no estádio Moisés Lucarelli.

Seria apenas a primeira marca negativa eliminada sob a batuta de Zé. Menos de um mês após a estreia do novo técnico, o Flamengo enfrentou o Cruzeiro no Mineirão. Derrota certa? Que nada: gol do estreante Réver, vitória por 1 a 0 e um tabu de 15 anos sem vencer na casa do rival quebrado.

Quem sente o orgulho de ser sócio-torcedor faz o time mais forte e tem mais Flamengo sempre: descontos em ingressos e no pay-per-view, vídeos exclusivos para ficar por dentro, vantagens nas lojas oficiais para ter o Manto e outros produtos e muito mais. Clique e faça sua adesão agora!

Com bons resultados e atuações convincentes do time, Zé Ricardo conquistou a efetivação e a confiança para seguir o trabalho. E em uma análise após os primeiros 19 jogos, o aproveitamento do Rubro-Negro é comparável ao de campeões brasileiros. São 11 vitórias, três empates e cinco derrotas pelo Campeonato Brasileiro - conquistando, assim, 63,15% dos pontos disputados. Este aproveitamento é maior do que o de três times campeões brasileiros: Corinthians de 2011 e Fluminense de 2010, que levantaram o troféu com 62%; e o próprio Flamengo, que, em 2009, foi campeão com 59% dos pontos disputados.

A campanha é comparável também à do lider da atual edição do Campeonato Brasileiro. O Palmeiras foi "campeão" do primeiro turno com aproveitamento exatamente igual: 36 pontos conquistados de um total de 57, com 11 vitórias e três empates. A diferença fica por conta do saldo de gols - o Palmeiras marcou 35 nos 19 jogos, enquanto o Flamengo de Zé Ricardo tem 25. Em compensação, o selecionado rubro-negro levou 19 gols, enquanto o alviverde paulista tinha sofrido 20 ao fim do primeiro turno.

Com boas atuações, quebra de tabus e resultados que falam por si, Zé Ricardo mostra seu valor rodada a rodada. O próximo desafio do treinador é comandar a equipe rumo à classificação na Copa Sul-Americana, contra o Figueirense, esta quarta-feira (31), em Cariacica. Clique aqui e veja como comprar seus ingressos.

*sob supervisão de Isabela Abirached e Ricardo Taves