"É lógico que não podemos falar que seja impossível, faltando nove rodadas, mas acho muito difícil passarmos o Palmeiras no saldo de gols. Os jogos são equilibrados, decidido nos detalhes, contra equipes difíceis. (...) Vamos focar em aumentar o rendimento, apresentando um melhor futebol a cada jogo. Isso, sim, vai nos aproximar da conquista", disse o treinador, em entrevista à ​ESPN.

O comandante rubro-negro também acredita que o Flamengo tenha adversários mais difíceis pela frente nas rodadas restantes, mas ressalta que a mudança de G4 para G6 no campeonato agregou um novo nível de dificuldade nas partidas.

"Talvez a gente tenha a tabela mais difícil. (...) Mas a competição é muito equilibrada e apresentou novos objetivos, com o aumento no número de vagas para a Libertadores. Todos os times terão problemas. No fundo, no fundo, as coisas vão acabar se igualando. Quem estiver mais concentrado, e isso é treinável, levará a melhor", concluiu.

​​