| Futebol

Zé Ricardo: "Não vamos sentar em cima de nenhuma vantagem"

Técnico rubro-negra prega pés no chão após vitória na primeira partida da final: "É como no teatro, agora vamos para o segundo ato"

flameng - Zé Ricardo: "Não vamos sentar em cima de nenhuma vantagem"

Foto: Gilvan de Souza/ Flamengo

Satisfeito com o desempenho ofensivo de seus comandados no primeiro tempo - e com o defensivo no segundo -, o treinador Zé Ricardo analisou a vitória do Flamengo na primeira partida da final do Campeonato Carioca após o apito final do juiz, me entrevista coletiva, no Maracanã. O técnico comentou o desgaste de alguns atletas, falou da importância do retorno de Éverton e garantiu que o Rubro-Negro não irá jogar com o regulamento embaixo do braço: "Não é do DNA do Flamengo". 

"O jogo não está definido. É como se fosse uma peça de teatro com dois atos. vamos para o segundo ato domingo que vem. Vantagem é vantagem, mas não vamos sentar em cima de nennhuma vantagem. Não é do DNA do Flamengo jogar dessa forma. Qualquer resultado pode acontecer e o que podemos fazer é nos preparar. Parabéns à equipe do Fluminense que também fez grande partida", disse.


Veja a entrevista na íntegra:

Análise do jogo
primeiro tempo melhor, jogo esyremanemne dificl. flu equipe mt qualificada, todos sabem do poderia ofensivo e tinhamos que evitar que a bola deles chegasse no ataque. no segundo tempo era natural que o abel adiantasse seu time e teve que entrar mais a conscisetencia defensva fda nossa equipe. tivemos atr oportunidade de ampliar. partida decidida em um detalha, especificamente na falha do atleta do flu. mas contamos com uma equipe muito birosa e dedicada. prontificada a fazarr qo que plajamnos pro jogo. ainda temos mais uma decisao e entre hoje e a final, uma grande partida pela liberta. vamos trabalhar para uma sequenci an semana equilibrada.

Guerrero e Rômulo saíram sentindo
O que tivemos de informação foi que o Paolo teve uma cãibra na panturrilha pelo esforço que foi feito e Rômulo teve uma entorse no joelho, mas a príncipio não devemos ter nenhum problema grave.

Manter a pegada para quarta
Faremos avaliação amanhã para saber quem está 100% para começar a partida. Antes seria pelo desgaste mesmo apenas e agora ainda tivemos esse problema do joelho do Rômulo. A própria sequência é desgastante, o último jogo contra o Atlético-PR, em um campo rápido, muitos desgastante. Seguramos as substituições, mas aconteceu. Esperamos para quarta a Universidad Católica vindo de um clássico local, em que venceu a Universidad de Chile. Sabemos que uma vitória pode nos dar a classificação mas sabemos que precisamos de uma estratégia clara e definida.

Retorno de Éverton
É muito bom ter o Éverton de volta. Um jogador extremamente dedicado, que pode jogar em até três posições. Sabíamos que a volta dele ia fortalecer nosso jogo de canto e ele ainda teve a felicidade de fazer o nosso gol. Vamos recuperar ele bem, tinha dúvida de que ele suportaria os 90 minutos, mas agora é recuperar 100% para o jogo de quarta.

Rafael Vaz
Para quem trabalha com o Rafael no dia a dia sabe que ele é muito bom. Oscila, claro, como todos nós passamos por isso nas nossas profissões, e ainda passou por problemas particulares que também interferiram um pouquinho. Ele concentrado é um jogador que sempre pode jogar em alto nivel. Não temos dúvida na confianca que ele passa para a gente. O Flamengo tem outros jogadores de nível, o próprio Donatti, e isso prova que temos um plantel equlibrado. Em breve o Juan volta, também temos o Léo Duarte, que para mim também é um grande jogador.

Berrío
Não preocupa, foi só desgaste (pediu para ser substituído). O futebol hoje exige sacrifício, muito volume de jogo. Fluminense fez sobrecarga com os volantes ali pelo lado e Berrío acabou cumprindo a função de acompanhar o lateral. É um jogador importante na função que desempenha e sofreu um desgaste natural pelas funções que exerce.

Próximos desafios
Não acredito que a Universidad Católica vá esperar muito (para nos atacar). Eles têm a característica de jogar para cima. Jogar contra o Fluminense é sempre dificl, eles têm matletas com um poderio ofensivo muito grande. Abel encontrou realmente em pouco tempo uma otimização de seus atletas. É difícil fazer um prognóstico. Sobre a Universidad Católica, temos sim obrigação de vencer, vamos jogar em casa e isso tem feito muita diferença para nós. O equilíbrio defensivo pode ser o mais importante para nós quarta.

Evolução
Temos um grupo que vem em evolução. Em alguns momentos da partida, quando você chega em um nível bom, detlahes fazem a diferença. E nossa equipe soube "sofrer".O Fluminense pressionou bastante no final.

Vantagem para domingo que vem
O jogo não está definido, o desafio está aí. É como se fosse uma peça de teatro com dois atos. vamos para o segundo ato domingo que vem. Qualquer vantagem é vantagem, mas não vamos sentar em cima de nennhuma vantagem. Não é do DNA do Flamengo jogar dessa forma. Qualquer resultado pode acontecer e o que podemos fazer é nos preparar. Parabéns à equipe do Fluminense, que também fez grande partida.

Gramado
Esse foi o ponto negativo do jogo. Assim que entrei no campo vi a bola pipocando nos primeiros passes. Tomara que para quarta-feira possa elevar o nível do gramado para fazermos um jogo de posse de bola, dentro das características do Flamengo. 

Sem tempo para comemorar
O sentimento é de responsabildade muito grande. Quem trabalha com esporte de alto rendimento realmente não tem muito tempo para relaxar, estamos sempre brigando pelo próximo jogo. Os momentos são tão distintos que às vezes só temos que ter equilíbrio. Equilíbrio é nossa palavra de ordem para seguir, principalmente em um clube do tamanho do Flamengo.

Ederson
Depois da coletiva de ontem, a primeira pessoa que procurei foi o Ederson. Depois da repercussão da notícia fui conversar. Ele é extremamente profissional, está doido para jogar, nós também, mas ele entende perfeitamente. Estamos falando que um atleta que ficou nove meses parado e pode ter dificuldades em partidas tão intensas. A lesão está sarada, mas ele ainda não estreou. Imagina colocar ele em um jogo de tamanha intensidade e importância. Estamos tentando ser o mais racionais possível para em breve vê-lo em campo. 

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/25264/ze-ricardo-nao-vamos-sentar-em-cima-de-nenhuma-vantagem

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.