Zé Ricardo projeta confronto contra a Universidad Católica e Arão analisa desempenho rubro-negro em entrevista coletiva

Zé Ricardo projeta confronto contra a Universidad Católica e Arão analisa desempenho rubro-negro em entrevista coletiva

Foto: Gilvan de Souza

Encerrado o confronto entre Flamengo e Atlético-PR, que terminou com vitória dos donos da casa por 2 a 1, o técnico Zé Ricardo e o volante Willian Arão estiveram presentes à sala de imprensa da Arena da Baixada, onde concederam entrevista coletiva. A Nação fez-se ouvir no estádio adversário, mesmo em menor número, e o comandante rubro-negro conta com esse apoio também no próximo confronto.

Sócio-torcedor tem mais Flamengo em vídeos da FlaTV Nação Rubro-Negra, com entrevistas exclusivas dos jogadores! Clique e sinta o orgulho de ser sócio-torcedor.


Projetando a partida contra a Universidad Católica, que ocorrerá na próxima quarta-feira (03), no Maracanã, Zé Ricardo deu ênfase ao fator casa. "Vamos fazer valer novamente nosso mando de campo. Espero que nossa torcida lote novamente o Maracanã e empurre a nossa equipe, porque a gente vem fazendo por merecer essa classificação", disse. Fora do confronto desta noite, Éverton também foi um dos tópicos abordados na entrevista. "Vamos fazer uma avaliação amanhã no CT para ver se ele estará disponível para o jogo de domingo contra o Fluminense", completou.

No domingo (30), o Mais Querido enfrentará o Fluminense pela final do Campeonato Carioca, e o treinador foi questinado sobre a possibilidade de poupar atletas no confronto. "Essa é uma questão bastante delicada, que eu não tenho como te responder 100% agora. Vamos fazer essa avaliação que sempre fazemos um dia após o jogo e, de acordo com como os atletas se apresentarão, a gente vai preparar a equipe para domingo. O certo que é a equipe esteja o mais inteira possível. Aqueles atletas que apresentarem condição de enfrentar não só o Fluminense, mas a sequência que a gente tem pela frente, irão a campo", comentou, valorizando a qualidade do elenco rubro-negro.

"É claro que precisaremos aproveitar todo nosso elenco e hoje foi uma prova disso. A gente perdeu o Éverton em cima da hora, que não estava no script. Já temos a ausência do Diego. Isso prova que temos um grupo que, independentemente de quem jogue, estaremos prontos para enfrentar a equipe tricolor", encerrou.

Em seguida, Willian Arão analisou o desempenho do Flamengo na partida, falando acerca da postura da equipe nas duas etapas. "No primeiro tempo, sabíamos que não poderíamos ficar o tempo todo atrás. Tentamos sair, tirar o time de trás para não sofrermos essa pressão. Por vezes a gente conseguiu, por vezes, não. No segundo tempo também. Fizemos uma mudança tática e tivemos o domínio da partida. Tivemos algumas finalizações antes deles começarem a fazer as mudanças também. Mas a gente sabia que estávamos bem na partida, que estávamos dominando. Tivemos a chance para empatar, mas não concluímos bem. Fica aquela sensação de que fizemos quase tudo para conseguirmos sair com o resultado perfeito daqui, mas não conseguimos botar a bola na rede", finalizou Arão.

O Mais Querido volta a campo no domingo (30), quando terá pela frente o clássico contra o Fluminense, válido pela primeira partida da final do Campeonato Carioca. O confronto acontecerá no Maracanã, com bola rolando a partir das 16h.