Zé Ricardo tem dor de cabeça boa na defesa do Flamengo, mas deve manter Vaz e Réver

Zé Ricardo tem dor de cabeça boa na defesa do Flamengo, mas deve manter Vaz e Réver

Se no ataque a concorrência aumentou com a chegada de Damião, na defesa ela já era grande — e vai ficar ainda maior. O argentino Donatti deve ficar apto a enfrentar o Botafogo e, ao lado de Juan, já recuperado de lesão, briga por um lugar na equipe. A tendência do técnico Zé Ricardo, porém, é manter Réver e Vaz, que vêm jogando.

Donatti, que tirou visto e carteira de trabalho, disputaria posição no banco com o veterano Juan. O clube ainda dispõe dos jovens Léo Duarte e Rafael Dumas, que agora ficam de vez sem espaço — os dois seguem entre os profissionais. A disputa da Copa Sul-Americana é um dos motivos para a manutenção de várias opções no elenco em diversas posições.

Vaz acredita que a disputa será benéfica para o time nas duas competições. Mas ele ressalta que conquistar os resultados é fundemental.

— Não adianta ter um elenco variado e não ter as vitórias. O mais importante é que os resultados estão começando a aparecer, as equipes estão respeitando mais — avaliou o zagueiro: — Estamos no caminho certo. O importante agora é continuar trabalhando.