| Futebol

Zé Ricardo vê justiça sendo feita e exalta espírito de luta da equipe rubro-negra

Técnico concedeu entrevista coletiva após o clássico contra o Fluminense

flameng - Zé Ricardo vê justiça sendo feita e exalta espírito de luta da equipe rubro-negra

Foto: Gilvan de Souza

Após a vitória por 2 a 1 no clássico contra o Fluminense, em Volta Redonda, o técnico Zé Ricardo falou com os jornalistas sobre o jogo, a polêmica envolvendo a arbitragem, o tropeço do líder Palmeiras e mirou o próximo duelo contra o Internacional.

Confira os principais pontos da coletiva do treinador rubro-negro:

O jogo
Tivemos momentos bons, mas não tivemos sequncia boa. Ideia era aproximar alguém do Diego, com o Alan por dentro, e a velocidade do Fernando. Começamos com o Fernando pela direita, Alan rende melhor do lado esquerdo. Mas perdemos a posse de bola no ataque e resolvemos inverter para ter dois triângulos pelo lado do campo. Assim, conseguimos ter controle do jogo. No segundo tempo, a equipe se descaracterizou. O importante é que não faltou emoção, pelo menos até ali na hora da confusão. 

Polêmica
A gente vai ter que discutir sobre o lance que mudou a partida no fim. Foi um jogo tenso, sabíamos que seria difícil, o Fluminense tem uma equipe muito leve, de movimentação. Levir parece ter encontrado a formação ideal, até as trocas. Sobre o lance, fiquei conversando com o Levir ali do lado dele. O bandeira parece que só confirmou o que ele tinha marcado, o impedimento. Depois, com pressão do Fluminense, Henrique e mais um ou dois jogadores, ele voltou atrás. Mas na minha visão, a justiça foi feita. Mas é ruim, porque uma situação dessa tumultua o espetáculo. Não fomos brilhantes, mas entendemos como tínhamos de jogar. Valeu o espírito de luta. A gente precisava de uma partida dessa para entender que cada jogo será um final. Parabéns ao nosso grupo.

Bola parada
A questão da bola parada defensiva leva em consideração alguns pontos. Faltou sincronismo ali, Gustavo Scarpa tem uma batida muito poderosa. Sabíamos que teríamos problemas.

Tropeço do Palmeiras e duelo contra o Inter
Achava muito difícil as equipes que estão brigando com a gente conseguissem vencer todas. Vocês viram o nível de dificuldade que foi jogar hoje, o Fluminense tem uma equipe talentosa. Agora, vamos pegar um gigante (Inter), uma equipe forte também. Sabemos como é perigoso jogar contra uma equipe assim. Temos que tirar proveito de desequilíbrios que possam ocorrer no jogo. Nos últimos jogos no Beira-Rio, o público beirou 40 mil pessoas. E devem repetir ou aumentar. Vamos forte para lá e sabemos das dificuldades.

Alex Muralha
Muralha é um rapaz que trabalha muito, tem conquistado espaço no futebol brasileiro. Estamos muito bem servidos de goleiros, Paulo (Victor) fez uma partida muito boa contra o Santa Cruz, está muito bem. O Alex atravessa um bom momento e mostrou todo seu potencial.

Alterações no ataque 
É o jogo a jogo. Confio muito nos atletas do setor. O Gabriel vinha jogando todos os jogos, nesse dois últimos não entrou, mas foi o que mais comemorou. Mancuello também tem uma leitura muito legal do jogo, ajuda em todos os momentos. A gente trabalha na estratégia do adversário, que entende que seja melhor. A gente programou as três substituições, uma mais acelerada pelo cartão do Alan, sabíamos que perderíamos a posse de bola, o Everton é mais agudo, o Alan retém mais a bola, era importante. Fiquei receoso em relação ao cartão amarelo. Não podia correr o risco. O Marcelo (Cirino) vem numa sequência natural porque o Fernando faz o jogo todo. A gente esperava um lance crucial ali. Emerson vem numa sequência pelo desgaste natural do Leandro. No geral, foi positivo.

Leandro Damião 
A gente sabia que era um jogo complicado para o Leandro, que tinha que fazer uma recomposição com Diego e ao mesmo tempo chegar no ataque. Uma hora vai sair o gol dele, é um atacante que tem buscado seu espaço. Esperamos que ele consiga finalizar melhor nas próximas partidas. 

Guerrero
Recebemos o relatório do treino de hoje, ele melhorou bastante. Realmente estava muito desgastado (dos jogos pela seleção peruana). A expectativa é que ele possa treinar normalmente na tarde desta sexta. O risco de disputar um jogo pesado como esse e se machucar era grande. 

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/24303/ze-ricardo-ve-justica-sendo-feita-e-exalta-espirito-de-luta-da-equipe-rubro-negra

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.