MISSÃO CUMPRIDA

MISSÃO CUMPRIDA

Meus amigos flamenguistas, foi aos trancos e barrancos, sofrido, com tubo de oxigênio e muitos calmantes, mas avançamos.

O jogo poderia ter sido mais fácil caso os gols tivessem saídos, mas houve evolução na equipe no quesito meio campo e defesa. A defesa não sofreu e o meio campo além de marcar muito bem, criou várias oportunidades que nossos atacantes desperdiçaram.

Teremos pela frente uma sequência até certo ponto tranquila até a parada para a Copa América e um desafio pelas oitavas de final da Copa do Brasil contra o Corinthians.

O Flamengo tem por obrigação se manter no topo do Brasileiro e por ser favorito tem que eliminar o Corinthians. Serão 6 jogos pelo Brasileiro, sendo 4 jogos no Maracanã, por isso tem sim que terminar no topo.

Parando a diretoria tem outra obrigação, avaliar o trabalho e o desempenho do time e do Abel. Não apenas se pautar por resultados, afinal e contas, Florida Cup virou titulo importante para os dirigentes.

É claro que se analisar por este aspecto apenas podemos dizer que o trabalho é excelente já que venceu dois campeonatos que disputou e terminou a fase de grupos da Libertadores como líder do grupo.

Mas analisando desempenho da equipe ainda está muito aquém do que pode produzir. Não concordo com quem fala sobre falta de tempo, uma vez que no mesmo período Sampaoli e Diniz já conseguiram dar padrão e filosofia de jogo em suas equipes, aí os resultadistas irão dizer, ganharam o que? Klopp e Pochettino estão há muito tempo nos clubes e não ganharam nada, simplesmente porque o desempenho dos times são muito bons. Mas isso é assunto para depois de 13 de junho.  

Mudando um pouco de assunto, como é o tratamento da imprensa. Se fosse o Corinthians as matérias seriam: “classificação heróica do timão, mesmo em um dia ruim e que a bola não quis entrar e com um jogador a menos, a camisa do Timão pesou e a equipe de Carile sai do Uruguai classificada de maneira heróica”. As matérias relacionadas ao Flamengo pareciam de eliminação. Não vamos cair na onda da imprensa.

E para não dizerem que apenas faço críticas, o Abel foi bem na escalação, manteve os jogadores nas posições em que rendem melhor. Que na sequência continue assim.

Saudações Rubro-negras!