TCHAU BANDEIRA, OBRIGADO POR TUDO

TCHAU BANDEIRA, OBRIGADO POR TUDO

E o filme se repete na Gestão Bandeira de Mello, desde 2013 foram 21 títulos disputados, sendo eliminado em 16 oportunidades com a eliminação de ontem. Um fracasso após o outro, e mais outro e o lema do presidente-candidato é “vamos levando”.

Tenho 42 anos de idade, e desde que me entendo por gente e torcedor do Flamengo, jamais vi o clube ficar mais de cinco anos sem um título, seja nacional ou internacional; façam a retrospectiva de 1980 até 2013 e vejam se ficamos mais de cinco anos sem título, e olha que não estou contando estadual.

Temos um elenco formado por jogadores que nunca foram protagonistas em lugar nenhum, raras são as exceções como Everton Ribeiro, os demais não foram protagonistas, no máximo um bom coadjuvante.

Quem nesse elenco tem poder de decisão? Quem nesse elenco tem o “culhão” de pegar a bola, colocar “de baixo” do braço e falar: “dá pra mim que eu resolvo”? Quem na beira do campo consegue mudar e tirar o melhor de cada jogador? Na Gestão EBM fomos para Libertadores com “técnicos estagiários”. Em 2014 foi Jayme, 2017 com Zé Ricardo e este ano com Barbieri.

Essa diretoria tenta encontrar um novo Carlinhos em cada novato que contrata ou efetiva, Carlinhos como técnico é como Zico dentro de campo, só vai haver um, não adianta querer inventar outro.

Dentro da diretoria não tem ninguém que entenda um mínimo de futebol. Não tem ninguém que possa dar respaldo ou até mesmo cobrar o técnico quando algo não está funcionando.  Será que o Ricardo Lomba colocaria na sua empresa um novato para assumir um cargo de alta importância? Mas mantém um novato que não serviu para o Guarani no comando do Flamengo.

Nada me faz acreditar que este time, com este técnico e com esta diretoria irão ganhar o Brasileiro, não por não torcer, mas porque até hoje não me convenceram que podem fazer algo diferente do que fracassar.

Reconheço que esta diretoria pavimentou uma estrada para a conquista de vários títulos ao estruturar o clube construindo um CT moderno, com poder de investimento e com total conforto para os jogadores poderem desempenhar suas funções com total tranquilidade.

Porém, os engenheiros que pavimentaram a estrada resolveram seguir outro caminho, sem direção e sem qualquer ideia de que rumo tomar. Uma diretoria que não cobra, técnico sem nenhum tipo de convicção do que está fazendo, os jogadores que bancam técnico deveriam no mínimo jogar um futebol melhor. Peguem todas as entrevistas de todas as eliminações no período Bandeira e comparem com as entrevistas de ontem. São sempre as mesmas conversas, são sempre as mesmas desculpas. Esse elenco se contaminou com o fracasso, com a derrota. Estão acostumados em perder, não se vê indignação, não se vê raiva e muito menos não vemos um pingo de constrangimento em estarem sempre perdendo.

Os times que muitas vezes brigaram para não cair se encontravam naquela situação por vários fatores como serem um time ruim, mas nunca vi falta de raça, vontade e indignação por parte deles. Você via muitos daqueles times se matarem em campo para evitar a queda, isso com salários atrasados, treinando na Gávea, com torcedor invadindo treino e sem nenhuma estrutura, diferente do momento atual.

Que este time a partir de hoje e até o final do campeonato jogue apenas de azul, abandonem o vermelho e preto porque não são dignos destas cores. Joguem de azul, a cor da chapa do Lomba, a cor do fracasso implantado no clube. Que venha logo 2019 com novas pessoas e que não repitam os erros desta gestão e que tragam o torcedor para o lado, até o ano que vem, porque este já acabou.

SRN!

Mudança no sistema de comentários
Não é mais necessário fazer login no site Flamengo RJ para comentar. Agora você precisa entrar no sistema de comentário abaixo com uma das opções de login disponível.