5 grandes eliminatórias que marcaram a história de Flamengo e Internacional

5 grandes eliminatórias que marcaram a história de Flamengo e Internacional

​Está chegando a hora! Nas próximas duas quartas-feiras, ​Internacional e ​Flamengo decidirão quem segue às semifinais da ​Libertadores da América. Juntos, eles têm três troféus da principal competição do continente (dois dos gaúchos e um dos cariocas), mas ao final do mês de agosto apenas um estará vivo para continuar na busca pelo título.

​aqui e siga o 90min no Instagram!

Colorados e rubro-negros jamais se enfrentaram em um mata-mata de torneio eliminatório internacional. Porém, dentro do território nacional, acumulam um histórico de encontros importantes e decisivos. Vale a pena relembrar cinco memoráveis disputas!

Final da Copa União - 1987

Inter e Flamengo decidiram a competição que, para muitos, deveria ser considerada como o verdadeiro Brasileirão daquele ano. No primeiro jogo, no Beira-Rio, houve empate em 1 a 1, com Bebeto marcando para os visitantes e Amarildo deixando tudo igual. Na volta, no Maracanã, deu Fla: 1 a 0, com mais um gol de Bebeto.

Escalações do segundo jogo:

Flamengo: Zé Carlos; Jorginho, Leandro, Edinho e Leonardo; Andrade, Aílton, Zinho e Zico (Flávio); Bebeto e Renato Gaúcho. Técnico: Carlinhos.

Inter: Taffarel; Luís Carlos Winck, Aluísio, Nenê e Paulo Roberto (Beto); Norberto, Luís Fernando e Balão; Hêider (Manu), Amarildo e Brites. Técnico: Ênio Andrade.

Quartas de final da Copa do Brasil - 1996

Na disputa por uma vaga à semifinal, o Inter saiu em vantagem ao vencer, no Beira-Rio, por 3 a 2. Porém, tomou a virada no Rio de Janeiro: 3 a 1. Nélio, Sávio e Romário marcaram para os cariocas, enquanto Márcio Tigrão descontou já no apagar das luzes.

Escalações do segundo jogo:

Flamengo: Roger; Zé Maria, Ronaldão, Márcio Costa e Gilberto; Mancuso, Válber, Nélio (Amoroso) e Marques; Romário e Sávio (Iranildo). Técnico: Joel Santana.

Internacional: Goycoechea; Anderson, Argel, Gamarra e Cleomir; Anderson, Elson (Yan), Luís Fernando Souza (Márcio), Moacir e Paulo Isidoro; Fabinho e Leandro. Técnico: Nelsinho Baptista.

Quartas de final da Copa do Brasil - 1997

O cenário se repetiu em relação ao ano anterior. E mais uma vez deu Flamengo. O duelo de ida no Beira-Rio terminou empatado em 1 a 1. Depois, no Maracanã, a equipe carioca ganhou por 1 a 0, gol Juan.

Escalações do segundo jogo:

Flamengo: Fábio Noronha; Maurinho, Júnior Baiano (Juan), Fabiano e Athirson; Evandro (Marcelo Ribeiro), Jamir, Lúcio (Marco Aurélio Jacozinho) e Fábio Baiano; Nélio e Romário. Técnico: Sebastião Rocha.

Internacional: André; Márcio, Gamarra, Paulo Roberto Prestes e Gustavo; Anderson, Fernando, Enciso, Luiz Gustavo e Sandoval (Marcelo); Fabiano (Alberto). Técnico: Celso Roth.

1ª fase da seletiva para a Libertadores - 1999

Naquele ano, o Campeonato Brasileiro foi seguido de uma seletiva para a principal competição do continente. Uma espécie de torneio classificatório. E daí deu Inter, que venceu em Porto Alegre por 1 a 0 (gol de Elivelton) e empatou em 1 a 1 no Maracanã, avançando ao segundo confronto, que viria a ser contra o rival Grêmio.

Quartas de final da Copa do Brasil - 2009

Este foi o último confronto eliminatório entre os dois times. No jogo de ida, no Maracanã, houve empate sem gols. No Beira-Rio, os colorados conseguiram uma heroica vitória por 2 a 1. Taison abriu o placar no primeiro tempo, mas Emerson deixou tudo igual já na etapa final e tava dando a classificação ao Rubro-Negro. Foi então que apareceu Andrezinho. De falta, aos 43 minutos, o meia garantiu a vaga ao Colorado.

Escalações do segundo jogo:

Internacional: Lauro; Danilo Silva (Alecsandro), Índio, Álvaro e Kleber; Sandro (Andrezinho), Guiñazu, Rosinei (Glaydson) e D'Alessandro; Taison e Nilmar; Técnico: Tite.

Flamengo: Bruno; Willians, Aírton, Ronaldo Angelim e Juan; Leonardo Moura, Toró (Éverton Silva), Kléberson e Ibson; Zé Roberto (Émerson) (Wellington) e Obina. Técnico: Cuca.

Clique aqui e faça parte do nosso canal do Telegram e receba todas as notícias em tempo real.