• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

“A ficha ainda não caiu”, revela Gerson ao relembrar as conquistas com o Flamengo em apenas um ano

Desde que Rodolfo Landim assumiu a presidência do Flamengo, o clube investiu em reforços de peso para o elenco. Em julho de 2019, foi a vez de Gerson chegar ao Rubro-Negro e em pouco tempo se tornar peça chave no esquema de Jorge Jesus. Desde o dia que foi apresentado até a conquista do Brasileiro foram apenas 128 dias, um pouco mais de quatro meses.

Além do Brasileiro, em 2019, Gerson também foi campeão da Libertadores vestindo o Manto Sagrado. Em 2020, já levantou outros títulos: Supercopa do Brasil, Recopa Sul-Americana e Taça Guanabara. Em menos de um ano no Flamengo, o jogador deixou seu nome na história.

– Eu costumo brincar que parece que a ficha ainda não caiu. Acredito que só daqui a uns anos, quando estiver pensando na carreira e nos títulos, vou ter noção de tudo isso que aconteceu em um ano. Conquistei dois dos maiores campeonatos do mundo, joguei um Mundial e isso tudo no meu time do coração. Acho que mais prazeroso do que todas essas conquistas, e espero que venham mais, será no futuro estar com a minha filha e mostrar o pai dela em vários pôsteres de campeão. Quando isso acontecer, terei a certeza do tamanho de tudo isso que construí em apenas um ano de clube – disse em entrevista ao Globo Esporte.

Apoie o Mengão! Camisa e outros produtos oficiais em promoção

Gerson foi contratado pelo Flamengo por 11,8 milhões de euros (cerca de R$ 49,7 milhões na cotação da época). Com o Manto Sagrado, o volante já atuou em 49 jogos e fez cinco gols. O jogador é titular absoluto no time de Jorge Jesus, com isso, deve ser titular nas finais do Campeonato Carioca, contra o Fluminense, clube que foi revelado. A primeira partida está marcada para domingo (12), às 16h, enquanto o segundo será na quarta-feira (15), às 21h30.

Publicado em colunadofla.com.