• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Alô, Pep! Conversa com Guardiola motivou Flamengo a fechar com Domènec Torrent

O Flamengo tomou muito cuidado para escolher o sucessor de Jorge Jesus. A dupla Marcos Braz e Bruno Spindel viajou para Europa em busca de um comandante e tratou de analisar minuciosamente currículos e referências de cada profissional debatido. E no caso de Domènec Torrent, o escolhido da cúpula rubro-negra, a melhor fonte de informações seria, sem dúvidas, Pep Guardiola, com quem o atual treinador do Mais Querido trabalhou durante pouco mais de 10 anos, como auxiliar.

Sendo assim, Bruno Spindel, diretor executivo de futebol do clube e braço direito de Braz, foi o encarregado de tentar conversar com Pep. Pois bem, ele não só conseguiu, como a conversa ajudou e muito o Flamengo na escolha por Domènec. Em chamada telefônica por cerca de 20 minutos com Bruno, o técnico do Manchester City rasgou elogios a seu ex-auxiliar. Segundo apuração de Mauro Cezar Pereira, da ESPN, as palavras de Guardiola motivaram e muito os dirigentes rubro-negros a estarem convictos de que Torrent era uma das grandes opções para substituir Jesus.

Em suma, para chegar até o treinador catalão e conseguir referências sobre aquele que vinha a ser seu técnico, o Flamengo contactou profissionais do City Football Group. A saber, tal grupo é dono do Manchester City (atual clube de Guardiola) e também do New York City FC, clube no qual Domènec Torrent trabalhou.

Sobre a conversa, Bruno e Guardiola trataram sobre o dia a dia de Domènec, suas ambições na carreira de treinador, o desejo que sempre teve de estar à frente de um grande clube como o Flamengo e claro, ideias de futebol, como ele pensa e enxerga o jogo.

Publicado em colunadofla.com.