Alvo certo: Flamengo já tem favorito para repor saídas de Marlos e Geuvânio

Alvo certo: Flamengo já tem favorito para repor saídas de Marlos e Geuvânio
Entre erros e acertos, o ​Flamengo sabe que precisará passar por mudanças em seu elenco se quiser subir de patamar e deixar de "bater na trave" nas disputas por título. As eleições presidenciais, a serem realizadas no sábado (8), ainda travam investidas mais concretas pelo clube, mas não impedem que algumas decisões consensuais já sejam tomadas.

​Já segue a gente no Instagram? Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!

​​Na Gávea, é ponto pacífico que os empréstimos de Marlos Moreno e Geuvânio não serão renovados. Apesar de badalados ao serem contratados, os dois pontas renderam muito abaixo do esperado, despedindo-se do clube com status de 'mico' junto ao torcedor. Desta forma, opções de velocidade passam a ser prioridade do departamento de futebol para 2019.

Fluminense v Santos - Brasileirao Series A 2018

De acordo com o ​Globoesporte, o Flamengo já tem seu nome favorito para repor uma das vagas, mas a negociação não é considerada simples: Bruno Henrique, do Santos. O jogador de 27 anos tem mais dois anos de contrato na Vila e multa rescisória alta para os padrões brasileiros, além de também estar na mira do Cruzeiro e de clubes do exterior.

"O Flamengo fez uma consulta para saber da situação do Bruno Henrique. Mas não teve nada oficial por enquanto. Outros clubes brasileiros também sondaram. Propostas, por enquanto, apenas de fora do país", afirmou o empresário do santista.

Uma das possibilidades para a negociação ser viabilizada, já que a multa do atleta é alta, é a inserção de jogadores no acordo. O Santos já manifestou interesse em contratar o meia Diego, revelado no clube, para 2019. No entanto, a princípio, não há nada de concreto além do monitoramento rubro-negro sobre Bruno Henrique. 

Perguntado sobre as especulações em torno de seu nome, o camisa 11 reiterou seu desejo de permanecer no Peixe: "Existem clubes de dentro e fora do Brasil, mas não estou preocupado agora em pensar no futuro. Meu futuro é no Santos (...) Tenho contrato e quero permanecer. Vou ficar", afirmou.

​​