• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Após acusações de blogueiro, Flamengo vai acionar justiça cível e criminal: “Vamos fazer questão de ir até o fim”

Neste sábado (23), Menon, colunista do UOL, publicou um texto sobre a reabertura do Ninho do Urubu e a postura do Flamengo em voltar aos treinamentos. O conteúdo intitulado “Novos crimes do Flamengo S/A” proferia diversas acusações ao Mais Querido e, segundo o próprio autor, algumas ‘sem provas’. Após uma enxurrada de mensagens nas redes sociais, Menon alterou o texto, mas rubro-negros registraram as informações em prints e cobraram um posicionamento do vice-presidente geral e jurídico do Rubro-Negro.

Ganhe dinheiro com capinhas e acessórios do Mengão!

De acordo com o Paparazzo, Rodrigo Dunshee afirmou que o clube vai acionar a justiça cível e criminal e “vai fazer questão de ir até o fim”. Ainda segundo o influenciador, o vice-presidente explicou que “o decreto não proíbe a atividade de treino de futebol profissional, que obedeça a distância de 2 metros, não faça aglomeração e reduza a capacidade de pessoas no local em 80%”. Rodrigo Dunshee utilizou o seu twitter oficial para compartilhar as informações do Paparazzo.

No texto original, o colunista destacou que o Flamengo estaria cometendo “dois crimes”. O primeiro, “voltar aos treinamentos em meio a uma pandemia, colocando a saúde de jogadores e funcionários em perigo” e, o segundo, “não posso provar, mas é evidente. Todos os jogadores foram ao Twitter e tornaram-se cúmplices da decisão”. Confira trechos da publicação, que não está mais disponível na página do colunista.

 

Publicado em colunadofla.com.