Após dar calote no Fla na compra de Hernane, Al Nassr não obtém licença para disputar Champions da Ásia

Após dar calote no Fla na compra de Hernane, Al Nassr não obtém licença para disputar Champions da Ásia

O Flamengo segue sem receber pela venda de Hernane Brocador ao Al Nassr, da Arábia Saudita, em 2014. Os árabes tinham até o dia 28 de setembro para depositar 3 milhões de euros (cerca de R$ 11,2 milhões), valor referente a duas parcelas da compra, na conta do Rubro-negro, mas isso não aconteceu.

Devido a isso, começam a sofrer punições da Fifa. O clube não conseguiu a licença para disputar a Champions League da Ásia no ano que vem. A notícia foi confirmada pela imprensa árabe no fim de semana.

Lembrando que há uma segunda ação do Flamengo em andamento com relação à terceira parcela no valor de 2 milhões de euros (cerca de R$ 7,47 milhões). Essa ação foi concluída e em breve será inclusa na execução. Portanto, o valor total de Hernane Brocador, com multa e juros, tende a passar dos 5 milhões de euros (cerca de R$ 18,7 milhões).

— O Flamengo segue confiante no recebimento dos valores que lhe são devidos, conforme decisão proferida pelo CAS — disse o vice-presidente jurídico do Flamengo, Flávio Willeman, há algumas semanas, ao site oficial do clube.