• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Após dois tropeços, Ceni busca triunfo na Libertadores para acalmar bastidores do Flamengo

Muito contestado por grande parte da torcida desde que assumiu o comando do Flamengo, o técnico Rogério Ceni chega para primeira rodada da fase de grupos da Libertadores da América com apenas duas vitórias em cinco jogos realizados nesta temporada. O pontapé rubro-negro está marcado para terça-feira (20), às 21h30 (horário de Brasília), contra o Vélez, no Estádio José Amalfitani.

A derrota por 3 a 1 para o Vasco, no último compromisso do grupo principal antes da estreia na Libertadores, pôs fim aquela que foi a maior série invicta do Rubro-Negro diante do Cruzmaltino – 17 jogos – e trouxe à tona alguns debates sobre a efetividade do trabalho de Ceni. A superioridade da equipe recém rebaixada sobre aquela que sagrou-se bicampeã da Supercopa fez com que alguns setores do campo fossem questionados desde o início da nova Era.

Apoie o Mengão! Camisa e outros produtos oficiais em promoção

O empate em 2 a 2 com a Portuguesa, o segundo nos últimos três jogos, após um primeiro tempo muito aquém mesmo para equipe alternativa, reforçou alguns dos questionamentos levantados após a derrota para o Vasco, principalmente sobre o setor defensivo – que voltou a ser o grande problema desta equipe.

A equipe comandada por Rogério Ceni sofreu sete gols nos últimos três jogos e ainda chega desfalcada para estreia na Libertadores. Sem Rodrigo Caio, suspenso na última partida pelo torneio em 2020, o técnico ainda não definiu qual será a dupla de zaga capaz de frear o ataque argentino do Vélez. Além do camisa 3, Léo Pereira também foi cortado dos relacionados, devido a um quadro de gastroenterite. Sabe-se, porém, que Willian Arão é um dos escolhidos.

JOGOS ROGÉRIO CENI – TEMPORADA 2021

Por outro lado, se superar o Vélez, o técnico pode entrar para história após acabar com uma seca de 20 anos sem vitórias em solo argentino. O último triunfo no país ocorreu em 2001, contra o San Lorenzo, pela primeira fase da Mercosul. Para isso, conta com dois grandes reforços para o setor ofensivo: De Arrascaeta e Pedro. O atacante, inclusive, foi responsável pelos dois gols de empate diante da Portuguesa.

Publicado em colunadofla.com.