• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Após passagem frustrada pelo Flamengo, Mancuello vira referência e será adversário na Libertadores

Nesta sexta-feira (09), a Conmebol realizou o tradicional sorteio para definir os confrontos da primeira fase da Libertadores da América. O Flamengo caiu no grupo G e enfrenta LDU (EQU), Vélez Sarfield (ARG) e Unión La Calera (CHI). Curiosamente, os jogos contra os argentinos serão marcados, também, pelo reencontro com um velho conhecido.

Trata-se de Mancuello, atualmente no Vélez Sarfield. O meia chegou ao clube argentino em outubro de 2020 e tem vínculo até dezembro deste ano. De lá para cá, participou de 28 jogos, cerca de 1.453 minutos em campo, contribuiu com duas assistências e não marcou nenhum gol. Aliás, o último tento do atual destaque do Fortineros foi quando ainda defendia as cores do Toluca (MEX), em abril de 2019.

Apoie o Mengão! Camisa e outros produtos oficiais em promoção

O Vélez vive um bom momento é o líder do grupo B do Campeonato Argentino, com 19 pontos de 24 possíveis. São seis vitórias, um empate e uma derrota. Apesar do desempenho satisfatório, a equipe argentina também encontra sérios problemas no setor defensivo – sofreu 10 gols em oito jogos e marcou 13.

Frederico Mancuello chegou ao Flamengo em janeiro de 2016 e se despediu em novembro de 2017. Esteve presente em 69 jogos, marcou dez gols, participou de 39 vitórias, 15 empates e 15 derrotas. Sua última partida foi pela Copa Sul-Americana, em 2017, no triunfo por 2 a 0 sobre o Atlético Júnior. Na ocasião, os tentos foram de Felipe Vizeu.

Publicado em colunadofla.com.