Cauan Emanoel, sobrevivente da tragédia no CT do Flamengo, chega em Fortaleza

Cauan Emanoel, sobrevivente da tragédia no CT do Flamengo, chega em Fortaleza

Cauan Emanoel chega em Fortaleza na companhia dos pais e da avó — Foto: Rafaela Duarte/Sistema Verdes Mares

O jogador do Flamengo, Cauan Emanoel, 14 anos, sobrevivente do incêndio no Ninho do Urubu, que deixou 10 atletas mortos e 3 feridos, chegou em Fortaleza na madrugada desta sexta-feira (15), uma semana depois da tragédia. O avião em que o atleta estava pousou no Aeroporto Internacional Pinto Martins por volta das 23h55min.

No saguão do aeroporto, Cauan era esperado pela namorada, a avó materna, a irmã e os primos, que aguardavam ansiosos pelo reencontro. “Damos graças a Deus que ele está vivo, bem, com saúde e estamos só esperando a hora dele chegar”, afirma a irmã que está grávida da sobrinha do jogador.

Por volta de 0h50min do sábado (16), o atleta desembarcou acompanhado dos pais, Suyenne Danielle e Jhon Emanuel, da avó paterna, Vera Lúcia e do irmão. Apesar da expectativa da família, Cauan permaneceu calado, abraçou a namorada que estava bastante emocionada e seguiu para um táxi. Foi tempo apenas para trocar algumas palavras com a irmã e dar um abraço nela. Os demais familiares seguiram em outro veículo acompanhando o jogador.

Reencontro entre Cauan e a namorada foi marcado por bastante emoção — Foto: Rafaela Duarte/Sistema Verdes Mares

Conforme a mãe do atleta, ele não estava autorizado a falar com a imprensa. "Ele está bem e é só isso que a gente pode falar", se limitou Suyenne.

O jogador deixou o hospital na última segunda-feira (11) e foi o primeiro dos três feridos no incêndio no Ninho do Urubu a ir para casa. No mesmo dia, ainda na unidade hospitalar, ele recebeu a visita de jogadores do elenco profissional do Flamengo.

Na quinta-feira (14), Cauan foi ao Maracanã com a família para assistir o Fla-Flu válido pela semifinal da Taça Guanabara. De um dos camarotes do estádio, ele acompanhou as inúmeras homenagens preparadas para as vítimas da tragédia e encontrou o técnico Tite, que lhe deu um abraço.

Outro sobrevivente que deve chegar a capital cearense nos próximos dias é o goleiro Francisco Dyogo, 15 anos. Ele estava internado no Hospital Vitória, na Barra da Tijuca e recebeu alta nesta sexta-feira (15).