• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • OCTACAMPEÃO BRASILEIRO

CBF e Flamengo voltam a discordar, e Departamentos Médicos entram em rota de colisão pela terceira vez

Nesta quarta-feira (09), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) oficializou a lista dos convocados para a Copa América. Gabriel Barbosa, do Flamengo, foi um dos nomes presentes, mesmo após a entidade ter informado que o atacante estava com um edema muscular. O Rubro-Negro, por sua vez, discordou do diagnóstico e anunciou esperar pelo camisa 9 na partida desta quinta (10), contra o Coritiba.

Esta não é a primeira vez que há um ruído de comunicação entre os departamentos médicos da CBF e do Fla. Em novembro de 2020, os dois primeiros episódios desta novela aconteceram. Na época, Pedro e Rodrigo Caio foram os protagonistas. Isso porque, a entidade diagnosticou o atacante com uma lesão ‘pequena’ enquanto o Fla afirmou ser de ‘grau 2’. O zagueiro, por sua vez, retornou ao clube lesionado, e a CBF garante que o camisa 3 já se apresentou desta forma.

FLAMENGO X CBF:

– PEDRO:
CBF diagnosticou com uma lesão pequena;
Flamengo afirmou que era uma lesão grau 2.

-RODRIGO CAIO:
Flamengo afirmou que o jogador retornou machucado;
CBF garantiu que devolveu o zagueiro do mesmo jeito que ele chegou.

– GABIGOL:
CBF diagnosticou um edema;
Flamengo afirmou que o resultado era inconclusivo.

Como dito, por enquanto, o último capítulo desta novela entre Flamengo e CBF tem Gabigol como personagem principal. Ao discordar do diagnóstico da Seleção Brasileira, o Rubro-Negro relacionou o camisa 9 para o jogo e aguardava o jogador em Curitiba para se juntar ao elenco. No entanto, até o momento, o atacante ainda não apareceu no hotel do Mais Querido e, ao que tudo indica, não deu maiores justificativas.

Em meio a esse imbróglio, com ou sem Gabigol, o Flamengo encara o Coritiba nesta quinta-feira (10), pela partida de ida da terceira fase da Copa do Brasil. A estreia do Rubro-Negro está marcada às 19h (horário de Brasília), no estádio Couto Pereira. Vale destacar que, caso não entre em campo nesta noite, o atacante volta a vestir o Manto Sagrado somente após a Copa América, ou seja, desfalca o clube por, pelo menos, seis jogos.

Publicado em colunadofla.com.