‘Chuveirinhobol’

‘Chuveirinhobol’

Talvez o grande problema na criação de jogadas do Flamengo esteja nas bolas alçadas na área. Desde que me conheço por gente, vejo o mesmo problema, independente de quem esteja comandando ou quem esteja em campo. Por que não conseguimos mudar isso? Por que esbarramos sempre neste problema?

A explicação disso tudo poderia estar na qualidade dos jogadores dentro do elenco. Há muito tempo não tínhamos uma equipe tão forte tecnicamente quanto esta. Passamos de Adryan, no início da carreira (quando ainda era convocado e usava a camisa 10 da Seleção das categorias de base) para Diego em um momento maravilhoso…

…Pena que nosso principal problema não acabou.

A cada dia que passa tenho a total convicção que este é um problema que continuará no Flamengo por anos e mais anos. O famoso e odiado ‘chuveirinhobol’, as famosas bolas lançadas na área e a falta de objetividade nos lançamentos contribuem cada vez mais para que isso seja corriqueiro.

Com o número excessivo de bolas alçadas na área, quase sempre achamos um gol aqui ou outro acolá. Talvez esse seja o real motivo de não mudar a forma que jogamos. Não é algo ineficaz, mas, na visão de quem conhece, acaba sendo por conta da objetividade –que nem sempre é alcançada–.

Será que há uma forma de mudar este panorama horrendo de jogadas excessivas, sem qualidade e que, uma vez ou outra dá certo? A resposta é curta: ÓBVIO!

Óbvio que dá pra mudar. Basta treinar jogadas ensaiadas pelo meio de campo. Basta expor um vídeo de algum jogo em que não funcione. Basta jogar por baixo. Basta não alçar as bolas na área sem necessidade. Basta treinar. BASTA!

Saudações!
Por: Yuri Vinícius Sobral