• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Com 19 desfalques, Flamengo não pode inscrever mais jogadores na fase de grupos da Libertadores

A pandemia do novo coronavírus afetou o mundo do futebol. Para que a Conmebol Libertadores retornasse, após quase seis meses de paralisação, a entidade desenvolveu diversas mudanças no protocolo da competição. Uma das principais foi a alteração no número de inscritos. Excepcionalmente, nesta edição, foi liberado 50 jogadores por clube. No entanto, o Flamengo realizou a inscrição de apenas 34 atletas.

Apoie o Mengão! Camisa e outros produtos oficiais em promoção

Apesar de já ter realizado a inscrição, o Rubro-Negro tinha até o dia 18 de setembro para inscrever mais jogadores na competição. No entanto, optou por não fazer. Com isso, para a próxima partida contra o Independiente del Valle, o Flamengo fica em uma situação complicada, visto que um surto de Covid-19 atingiu a delegação e, por isso, o clube carioca terá muitos desfalques.

Nos últimos dias, foram 23 testes positivos. Sendo 16 jogadores, todos afastados imediatamente para cumprirem quarentena. Com isso, o Flamengo tem a disposição somente 18 atletas para entrar em campo na próxima partida da Libertadores. Porém, dentro deste número, o Rubro-Negro tem outra questão, três estão lesionados: Diego Alves, Pedro Rocha e Gabigol. Para o confronto contra o Del Valle, dia 30, o Mais Querido só tem 15 atletas que podem ser relacionados, caso os lesionados não se recuperem.

CONFIRA OS INSCRITOS À DISPOSIÇÃO:

Diego Alves (lesionado)
Gabriel Barbosa (lesionado)
César
Arrascaeta
Thiago Maia
Gerson
Pedro
Pedro Rocha (lesionado)
Hugo
Lincoln
João Lucas
Natan
Noga
Guilherme
Ramon
Lázaro
João Fernando
Rodrigo Muniz

Publicado em colunadofla.com.