• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Com anúncio da venda de Gerson, Flamengo perde 33% da equipe campeã da Libertadores em 2019

Com o anúncio da venda de Gerson, o Flamengo perde mais uma peça importante para a sequência da temporada. O volante foi negociado por 25 milhões de euros, com o valor passível de aumento, visto que o contrato do atleta estabelece algumas metas. Apesar do dinheiro estar nos cofres, a Nação lamenta a saída do camisa 8, que foi crucial na era de títulos do Mengão. Agora, o Mais Querido já ‘se desfez’ de 33% da equipe campeã da Libertadores em 2019.

Vale destacar que, no momento, quatro peças já se despediram do Flamengo desde a conquista da América. Curiosamente, o único setor que não sofreu com as baixas foi o ataque, que manteve seu ‘quarteto mágico’ de Bruno Henrique, Gabigol, Arrascaeta e Everton Ribeiro. No mais, até a comissão técnica teve de ‘dizer adeus’ ao português Jorge Jesus, que preferiu estar com a família em seu país de origem e treinar o Benfica.

CONFIRA AS PEÇAS QUE DEIXARAM O FLAMENGO DESDE A LIBERTADORES 2019:

Jorge Jesus (treinador – Benfica)
Pablo Marí (zagueiro – Arsenal)
Rafinha (lateral – Olympiacos)
Gerson (volante – Olympique de Marselha)

Apesar das baixas, o Rubro-Negro contou com tempo e dinheiro para repor as peças no mais alto nível. No entanto, somente Isla chegou ao Mais Querido para ser uma espécie de ‘sucessor’ a Rafinha e, mesmo assim, ainda recebe críticas da torcida. Além disso, na zaga e na área técnica, nenhum dos reforços agradou, visto que Gustavo Henrique, Léo Pereira e Bruno Viana não se firmaram e o Mengão contratou dois treinadores desde que Jorge Jesus deixou o clube.

Com a memória fresca e já ‘de luto’ pela perda de Gerson, a Nação não tem tempo para lamentar, visto que o Mais Querido joga nesta quinta-feira (10). O Flamengo enfrenta o Coritiba às 21h30 (horário de Brasília), no Couto Pereira e inicia sua caminhada na Copa do Brasil. A partida contará com exibição do Premiere FC, mas o Coluna do Fla também transmite o jogão, no YouTube.

Publicado em colunadofla.com.