• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Com base em relatório de testes no Brasileirão, CBF tem novo ‘argumento’ para manter Palmeiras x Flamengo

A partida entre Flamengo e Palmeiras, prevista inicialmente para acontecer neste domingo (27), foi adiada por uma decisão do Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro (TRT). A CBF, entretanto, não desiste de fazer o jogo acontecer. Para isso, a entidade enviou um relatório elaborado pela Comissão Médica Especial da confederação ao TRT e usou dados de testes de Covid-19 realizados no Campeonato Brasileiro até então para tentar cassar o adiamento do confronto.

De acordo com informações divulgadas pelo UOL Esporte, além da entidade garantir que o surto de casos de coronavírus no Flamengo se deve ao fato do clube não respeitar os protocolos de saúde estabelecidos pela confederação, a CBF abriu resultados dos 9690 mil testes realizados nas Séries A, B e C do Brasileirão. Com isso, a entidade mostrou que, dentre os exames, 182 deram resultados positivos, o que equivale a 1,9% do total do total.

A ideia da CBF, com isso, é indicar que não tem ocorrido transmissão do vírus entre as equipes durante as partidas da competição, risco apontado pela liminar acatada pelo TRT, que considerou que há risco de contaminação para os envolvidos no jogo e optou pelo adiamento do duelo.  A entidade, portanto, quer comprovar que a tese de que a contaminação cruzada acontece durante os jogos de futebol é ‘rara’ e não regra.

Até segunda ordem, entretanto, o confronto entre Flamengo e Palmeiras, que aconteceria no Allianz Parque, a partir das 16h (horário de Brasília), pela 12ª rodada do Brasileirão, está adiado. Conforme dito anteriormente, a CBF vai tentar reverter essa decisão judicial até os últimos instantes. O Mais Querido, por sua vez, se encontra em São Paulo, local do jogo, para não ser surpreendido com a necessidade de entrar em campo.

Publicado em colunadofla.com.