• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Comentarista ataca postura adotada pela diretoria do Flamengo e dispara: “Estão preocupados apenas com eles”

Na última semana, o Flamengo retornou aos treinamentos no CT Ninho do Urubu em meio à pandemia e aumento de casos do novo coronavírus no Rio de Janeiro. Visivelmente indignado com a postura da diretoria, principalmente com Rodolfo Landim, presidente do clube, o comentarista Rodrigo Capelo, do SporTv, criticou e afirmou que ”caso seja preciso jogar contra cones para comemorar os seus títulos e fazer seu investimento render, o Flamengo fará”.

— Este Flamengo do Rodolfo Landim, principalmente, mas também do Bandeira, é bom de liderar campeonato. Porque, liderar alguma coisa fora de campo, o Flamengo não lidera. O Flamengo está preocupado com uma coisa: o próprio Flamengo. Se o Flamengo precisar jogar sozinho, contra cones, para comemorar os seus títulos e fazer seu investimento render, é isso que ele quer -, afirmou o comentarista.

— O Flamengo, não só nessa história de coronavírus, mas em qualquer outra, não tem a menor postura coletiva em relação ao futebol. Ele não está nem aí para os outros clubes do Campeonato Estadual. Não só Flamengo, o Vasco também. A gente fala do Rodolfo Landim, mas o Alexandre Campello, que é médico, também estava junto com o Presidente da República, que é outro que não está nem aí para a vida das pessoas -, comentou atacando a postura do presidente.

Em meio à criticas, Rodrigo Capelo elogiou a ação social “Nação Solidária”, que é organizada pelo Flamengo que visa ajudar comunidades carentes do Rio de Janeiro durante esse período de isolamento social por conta do novo coronavírus. São doadas cestas básicas, produtos de higiene e álcool em gel.

— Como você vai comemorar alguma coisa, jogar bola, quando têm pessoas que não conseguiram enterrar pais, mães, avós, tios? Como essas pessoas vão acompanhar futebol? E como você que está pedindo a volta, que quer jogar, não consegue se sensibilizar com essa situação? Falta um pouco de sensibilidade ao futebol. O Flamengo faz coisas legais. Levou álcool gel e comida para comunidades. O Flamengo faz algumas ações sociais. No Flamengo tem coisa boa sendo feita. Essa vontade de voltar de qualquer maneira é absolutamente desumana. O Flamengo não lidera nada além de uma tabela de campeonato.

Publicado em colunadofla.com.