• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Comentarista critica Ceni por decisões contra o Athletico, mas pondera: “Gabigol mais reclama do que joga”

O Flamengo entrou em campo na tarde do último domingo (24), para encarar o Athletico-PR, e acabou derrotado por 2 a 1, em partida válida pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o Mais Querido voltou a se complicar na briga pelo título e não depende mais somente de si mesmo para ser campeão. Segundo o jornalista Gian Oddi o técnico Rogério Ceni teve atitude indefensável ao não ter escalado Gabigol e Pedro para entrarem juntos como titulares.

Em participação no Linha de Passe, da ESPN, Gian destacou que a contradição de Rogério Ceni dificulta que se defensa o treinador. Isso porque, de acordo com o jornalista, o técnico havia falado antes do jogo que queria utilizar dois atacantes rápidos e, no fim, quando terminou o duelo com Muniz em campo, justificou com a questão da recomposição. Apesar de ter criticado Ceni, o comentarista também cobrou Gabigol ao afirmar que o camisa 9 está mais reclamando do que jogando na temporada 2020.

As justificativas dadas pelo Rogério Ceni para a não manutenção do Gabigol ao lado do Pedro, elas foram indiferentes. Antes, ele falou que queria dois atacantes rápidos. Depois do jogo ele disse que colocou o Muniz – faltando dez minutos para o fim da partida, uma partida que o Fla precisava ganhar – argumentando a questão da recomposição. E aí acho que fica difícil defender o Rogério -, disse, antes de  prosseguir:

Se a ideia não está rolando, vai na qualidade técnica. Mantém os caras que podem definir a partida ainda que não estejam bem. Não é que as atuações do Gabigol digam que ele não pode sair, que tem que ser titular, porque eu já disse e repito: o Gabigol mais reclama do que joga nesta temporada -, finalizou.

Sem depender apenas de seus próprios resultados, o Flamengo volta a entrar em campo nesta quinta-feira (28), quando encara o Grêmio em duelo atrasado pela 23ª rodada do Brasileirão. A partida acontecerá em Porto Alegre, na Arena do Tricolor. Enquanto o Fla ocupa a terceira colocação na tabela de classificação, com 55 pontos, o time comandado por Renato Gaúcho está em sexto, com 51.

Publicado em colunadofla.com.