• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Conselho Deliberativo do Fla votará mudança no estatuto para limitar candidaturas de dirigentes

Em breve, o Conselho Deliberativo do Flamengo votará uma proposta de mudança no estatuto do clube. A iniciativa é de conselheiros ligados ao grupo “Flamengo da Gente” e visa impedir que pessoas exerçam cargos públicos e funções de poder no clube, simultaneamente. A informação foi divulgada primeiramente pelo portal “Uol”.

Os conselheiros terão 20 dias para apresentar contestações, propor emenda ou complementos à pauta. Após este período, a proposta será votada e, caso aprovada por maioria, entrará em vigor. Vale destacar que a ideia surgiu após a candidatura do VP de futebol, Marcos Braz, à vereador do Rio de Janeiro.

O dirigente rubro-negro, eleito vereador com 40.938 votos, foi acusado de utilização da máquina do clube” para angariar votos. Contudo, em fevereiro deste ano, o caso foi arquivado pelo Conselho de Administração do Flamengo. Na época, o presidente Bernardo Amaral considerou as provas apresentadas contra o VP de futebol insuficientes para a denúncia.

Conselheiros e pré-candidato à presidência do Flamengo, Walter Monteiro, foi um dos autores da proposta de alteração no estatuto do clube e comemorou o avanço da pauta: “O Flamengo da Gente propôs uma emenda ao estatuto do Flamengo para obrigar qualquer membro de poder a se licenciar caso queira se candidatar a cargo eletivo. Hoje fiquei feliz ao ver que o projeto está andando e será votado em breve. Queremos um Flamengo longe da política partidária”.

Publicado em colunadofla.com.