Dois dias antes do jogo com o Barcelona de Guayaguil, pela Libertadores, seis jogadores do Flamengo tiveram exames positivos para Covid-19, entre eles Diego. Segundo o jornal "O Dia", Michael, Bruno Henrique e Isla também estão na lista. O clube irá refazer os testes.

Problema: Com lesão de Gabigol, veja as opções de Domènec para o ataque do Flamengo contra o Barcelona-EQU

O elenco do Flamengo permaneceu no Equador após a goleada de 5 a 0  sofrida para o Independiente del Valle. Segundo o protocolo da Conmebol, o time visitante deve fazer teste de PCR antes da viagem. Na cidade do jogo, a entidade realiza testes rápidos em toda a delegação oficial dos clubes envolvidos na partida.

Ainda de acordo com o protocolo, os casos positivos confirmados devem ser afastados por 14 dias antes de fazer um novo teste.

Jorge Jesus no Benfica:ex-técnico do Flamengo entre o campo, a política e as denúncias de corrupção no clube

O time já havia perdido o goleiro Diego Alves nos últimos jogos por causa da Covid-19, além de uma lesão no ombro. O segundo goleiro do elenco, César, é outro jogador que ficou afastado por causa do coronavírus recentemente.

Neste domingo, o Flamengo já não pôde treinar por causa da nebulosidade causada pelas explosões no vulcão Sangay, a leste de Guaiaquil. Uma partida do Campeonato Equatoriano teve de ser cancelada.

Marcelo Barreto:Flamengo dá indícios de que há algo de errado entre jogadores e Domènec

O clube também informou que o atacante Gabigol foi diagnosticado com uma lesão na coxa direita, e iniciou tratamento no Equador.

Para os dois jogos no Equador, o Flamengo viajou com um elenco de 25 jogadores.