• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • OCTACAMPEÃO BRASILEIRO

Dirigente da CBF analisa postura do Flamengo diante da ‘não liberação’ de Pedro para Olimpíadas

Após anunciar a lista dos 18 jogadores convocados para os Jogos Olímpicos de Tóquio, em julho de 2021, o coordenador das seleções de base da CBF, Branco, comentou sobre a resistência do Flamengo em liberar Pedro para cumprir tais compromissos. De acordo com o dirigente, o atacante rubro-negro é um dos principais atletas da atualidade.

A gente aqui trabalha e sempre trabalhou visando a questão técnica e escolhendo os melhores. O Flamengo tem uma posição e a gente tecnicamente tem outra. O Pedro hoje é importante, determinante neste processo olímpico e neste projeto do Japão. É um jogador que nos últimos dois jogos, fez três gols. É espetacular, tem uma vontade enorme de defender o Brasil. A gente respeita o clube, mas nossa posição é escolher o melhor e os melhores. O Pedro está entre os melhores e por isso está sendo convocado.

A relação entre Flamengo e CBF não é das melhores e sofre com alguns desgastes recentes, envolvendo principalmente a situação de Gabigol. Além disso, diante da quantidade excessiva de atletas convocados à Copa América, o clube optou por não abrir mão de Pedro em seu plantel durante os compromissos entre Brasileirão, Libertadores e Copa do Brasil. O camisa 21 já foi comunicado da decisão.

O estafe do atleta, no entanto, aguardava a convocação oficial para se posicionar sobre a decisão do Flamengo. De acordo com informações, Pedro ficou chateado com a ordem, mas compreendeu a postura da equipe rubro-negra.

Por outro lado, Gerson também foi chamado por André Jardine e não deve sofrer nenhum tipo de resistência por parte do Olympique de Marselha. Assim, deverá ser um dos titulares nos Jogos Olímpicos de julho de 2021. O último compromisso do Coringa com o Manto Sagrado será contra o Fortaleza, no próximo dia 23 de junho, pelo Campeonato Brasileiro.

Publicado em colunadofla.com.